D. Manuel Clemente sublinha nova etapa na preparação do encontro

Cidade do Vaticano, 21 nov 2020 (Ecclesia) – O Vaticano promoveu um encontro digital com 250 responsáveis de conferências episcopais e movimentos juvenis internacionais para preparar a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Lisboa, marcada para 2023.

A iniciativa do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida (Santa Sé), que se iniciou na quarta-feira, teve como tema ‘Do Panamá a Lisboa – chamados à sinodalidade missionária’.

Numa mensagem enviada aos participantes, D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa, saudou todos os que estão empenhados na “organização a médio prazo” da JMJ e destacou a caminhada para um “felicíssimo encontro” no verão de 2023.

“Parece que fica muito longe, mas não é, porque vai ser um tempo muito preenchido e vai parecer curto, tal é o empenho que todos estamos a pôr nesta realização”, realçou.

“Que este caminho que faremos juntos seja um caminho muito realizador para todos, porque é exatamente no caminho que nos revelamos como discípulos de Jesus Cristo, que se fez para todos caminho, verdade e vida”, acrescentou.

A passagem dos símbolos da JMJ do Panamá, que recebeu a edição internacional de 2019, para a capital portuguesa, que recebe a edição no verão de 2023, vai acontecer este domingo, na Basílica de São Pedro, no final da Missa presidida pelo Papa, às 10h00 (hora local, menos uma em Lisboa), com transmissão online.

“A Jornada Mundial da Juventude começa agora a ter um outro ritmo, com a receção e a peregrinação dos símbolos, a Cruz das Jornadas e o ícone de Nossa Senhora”, indicou D. Manuel Clemente.

Esta peregrinação, mesmo que nem todos tenhamos acesso direto a esses símbolos, até ao momento da Jornada, lembra-nos que ela anda toda à volta do que é essencial, ou seja, de Jesus Cristo e da sua Mãe, Nossa Senhora”.

O cardeal-patriarca de Lisboa aludiu ao tema da JMJ 2023, ‘Maria levantou-se e partiu apressadamente’, passagem do Evangelho de São Lucas (Lc 1, 39) relativa à visita da Virgem Maria à sua prima, Santa Isabel, mãe de São João Batista.

“É com ela que nos dispomos, agora, para partir apressadamente ao encontro de quem nos espera. Vamos já, por tudo aquilo que estamos a fazer, pela oração que nos está a impelir, e porque temos a certeza de que é no presente, quando é assim vivido, que se constrói o melhor futuro”, indicou.

A delegação portuguesa recebeu uma mensagem do arcebispo do Panamá, D. José Domingo Ulloa: “Unimo-nos à grande alegria dos jovens do mundo inteiro por ocasião da passagem dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude para a Igreja de Portugal”.

O Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida convida os jovens de todo o mundo a “participar espiritualmente no início da peregrinação dos símbolos da JMJ”, usando a hashtag #takeupthecross para partilhar publicações nas redes sociais, em particular com a Cruz e o Ícone das Jornadas.

“No dia da Festa de Cristo Rei, a Cruz da JMJ, que há 36 anos acompanha os jovens de todos os continentes com sua mensagem de Redenção, irá mais uma vez em peregrinação pelas ruas do mundo, rumo à JMJ 2023 em Lisboa”, refere o organismo da Santa Sé.

Foi divulgada hoje, nas redes sociais da JMJ Lisboa 2023, a oração oficial do encontro.
OC

Partilhar:
Share