AGENDA

Mar
19
Ter
Coimbra: Visita pastoral de D. Virgílio Antunes à Paróquia de São José
Mar 19_Mar 24 todo o dia

Coimbra, 20 mar 2019 (Ecclesia) – A Paróquia de São José, em Coimbra, acolhe em visita pastoral, de 19 a 24 deste mês, D. Virgílio Antunes.

Ao longo destes dias, D. Virgílio Antunes vai visitar algumas instituições localizadas nesta paróquia da cidade de Coimbra: “APAV – vítimas de violência”; “Centro Acolhimento João Paulo II – com ação a nível da pobreza e exclusão social”; “Encontro com os jovens da paróquia numa altura em que Portugal se prepara para as JMJ” e  as “Escolas Secundárias Infanta Dona Maria e Avelar Brotero”, lê-se no programa enviado à Agência ECCLESIA.

A terminar a visita pastoral à Diocese de Coimbra, iniciada em Novembro de 2012, D. Virgílio Antunes vai ao encontro da comunidade de São José, “a maior paróquia da Diocese, situada num território com cerca de 40 000 habitantes e com um número habitual de participantes nas missas dominicais próximo dos 2000”.

A paróquia de São José, criada a 16 de julho de 1932, é constituída por uma grande comunidade de cristãos que realizam a sua vocação cristã no serviço à Igreja e ao próximo e oferece uma enorme diversidade de celebrações litúrgicas e serviços de vivência da fé, num programa intenso, organizado e criativo, que prima pela qualidade e profundidade da mensagem e ação.

LFS

Mar
21
Qui
Coimbra: Cáritas diocesana vai apoiar refugiados e imigrantes com solidariedade de peditório público
Mar 21_Mar 24 todo o dia

Coimbra, 12 mar 2019 (Ecclesia) – A Cáritas Diocesana de Coimbra vai ajudar os imigrantes, através do Centro de Acolhimento João Paulo II, com o valor que vai angariar no peditório público, entre 21 e 24 de março, na Semana Nacional Cáritas 2019.

Num comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, a instituição “apela à cooperação de toda a população”, através do seu contributo, para que se alcance “um verdadeiro desenvolvimento humano, alicerçado na defesa do bem comum e na construção de uma cultura de paz”.

“Abraçar todos aqueles que tiveram de abandonar o seu lar por estarem à mercê de fatores estruturais e contingentes – os Imigrantes”, é propósito da Cáritas Diocesana de Coimbra com a solidariedade angariada no peditório público, entre 21 e 24 deste mês.

A instituição caritativa Católica explica que se vai associar ao Centro de Acolhimento João Paulo II, na Paróquia de São José em Coimbra, “colaborando e potenciando” um trabalho que já está a ser feito no terreno junto desta população, “com reconhecido mérito”, através do Projeto ‘Apoio Imigrante’, revertendo para este Centro a totalidade da quantia angariada.

A Cáritas Diocesana de Coimbra e o centro têm apoiado pessoas que deixam “famílias e países à procura de melhores condições”, como os casos recentes de imigrantes da Venezuela, que, “desde 2015, se tem deparado com uma crise económica profunda”.

‘Juntos numa só família humana’ é o tema da Semana Nacional Cáritas 2019, que começa no próximo dia 17 de março, e do programa faz parte um peditório nacional, que se realiza com a colaboração de voluntários, para diversos projetos sociais.

A Cáritas Diocesana de Coimbra informa ainda que no peditório público de 2018 angariaram mais de 16 mil euros (16.484,15€) para apoiar estudantes universitários com “notória carência económica”, através da “participação ativa” de 340 voluntários, em 48 superfícies comerciais e mercados, em 15 concelhos da diocese.

Neste contexto, contabiliza que no atual ano letivo (2018/2019) foram atribuídas 16 bolsas de estudo, no valor de 11.908,83€, e restam 4.842,79€.

CB

Mar
22
Sex
Açores: Projeto «+Partilha» vai apoiar crianças e jovens em «risco de pobreza» no Faial
Mar 22_Mar 24 todo o dia

Angra do Heroísmo, Açores, 20 mar 2019 (Ecclesia) – O Projeto ‘+Partilha’ vai dinamizar na Ouvidoria do Faial, Diocese de Angra, uma campanha de recolha de alimentos para crianças e jovens, envolvendo “mais de 100 voluntários” de diversos movimentos da Igreja Católica, entre 22 e 24 de março.

“Este é um dos projetos mais importantes a nível socio-caritativo que a Igreja do Faial promove e pelos resultados obtidos no ano passado há́ otimismo em relação à resposta que os faialenses nos darão”, disse o padre Nelson Pereira, responsável pelo Projeto ‘+Partilha’.

O sacerdote, que é também o coordenador (responsável) da Pastoral Juvenil da Ilha do Faial e apela à “ajuda de todos” para que seja possível, ao longo deste ano, “ajudar ainda mais jovens e crianças” do que na primeira edição, no ano passado.

Em 2018, o Projeto ‘+Partilha’ permitiu ajudar “um total de 183 crianças e jovens”, num universo de 257 famílias do Faial, onde verificaram “um risco elevado” de pobreza infantil e juvenil.

Os bens foram também entregues a instituições de solidariedade social responsáveis por crianças e jovens com dificuldades ou que lhes prestam apoio regular.

A iniciativa de intervenção social “mantém o seu objetivo” e contam com “mais de 100 voluntários” da Igreja Católica, para além da pastoral juvenil, da Cáritas, que está a viver e celebrar a sua Semana Nacional 2019, do CNE – Corpo Nacional de Escutas e da pastoral escolar.

Os voluntários vão estar nos três supermercados da ilha do Faial, entre 22 e 24 de março, e o projeto que tem também uma vertente ambiental vai usar sacos de pano na recolha dos alimentos.

O sítio online ‘Igreja Açores’, da Diocese de Angra, informa ainda que o projeto ‘+Partilha’ conta com os apoios da Câmara Municipal da Horta e da Direção Regional da Juventude.

CB

Mar
23
Sáb
Açores: Santuário do Senhor Santo Cristo celebra 60 anos
Mar 23 todo o dia

Ponta Delgada, 20 fev 2019 (Ecclesia) – O Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres na cidade de Ponta Delgada (Ilha de São Miguel – Açores) está a celebrar o 60º aniversário da elevação a santuário diocesano.

Para comemorar esta efeméride (22 de abril de 1959) realizam-se várias atividades com destaque para um simpósio nos dias 11 e 12 de julho e um encontro (24 de maio) de reitores dos santuários diocesanos dos Açores, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

No dia 19 de março, o padre José da Silva Lima, da Diocese de Coimbra, faz uma conferência sobre «Santuário, arte de cuidar» e a 12 de julho, D. Carlos Azevedo, do Conselho Pontifício para a Cultura (Organismo da Santa Sé) aborda o tema «Viver em Cristo: Pleno humanismo de santidade».

O programa festivo conta ainda com a festa dos espinhos (dia 23 de março) e uma celebração de ação de graças (22 abril) pelo 60º aniversário deste santuário.

LFS

Fátima: Jornada «Museus da Igreja, memória de todos»
Mar 23 todo o dia

Fátima, 21 fev 2019 (Ecclesia) – As jornadas do Museu do Santuário de Fátima realizam-se dia 23 de março, no Centro Pastoral de Paulo VI, e vão centrar-se no tema «Museus da Igreja, Memória de Todos».

Depois da sessão de abertura, às 10h00, feita pelo padre Carlos Cabecinhas (reitor do Santuário de Fátima) e Marco Daniel Duarte (diretor do Departamento de Estudos do Santuário de Fátima) realiza-se um painel com uma conferência sobre «O papel dos museus da Igreja no século XXI» por Fernando António Baptista Pereira (professor da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa) e outra sobre «Para a história do Museu do Santuário de Fátima» com Marco Daniel Duarte, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

«As exposições temporárias do Museu do Santuário de Fátima» por Maria Isabel Roque (professora da Universidade Europeia) e «Particularidades de um espólio: desafios à conservação e restauro a partir da experiência do tratamento das ofertas dos peregrinos de Fátima» por Ana Rita Santos (coordenadora do Serviço de Conservação e Restauro do Património do Museu do Santuário de Fátima) são os temas das conferências da tarde desta jornada.

Esta iniciativa encerra com uma visita guiada à exposição temporária comemorativa do centenário da construção da Capelinha das Aparições “Capela-Múndi”

Criado em 1955 para fazer perdurar a memória dos protagonistas de Fátima e do Santuário da Cova da Iria, o Museu do Santuário de Fátima “custodia os mais diversos testemunhos materiais de grande valia histórica, artística e antropológica”.

LFS

Igreja/Sociedade: Colóquio do Metanoia sobre «Manipulados pela Informação?»
Mar 23_Mar 24 todo o dia

Porto, 27 fev 2019 (Ecclesia) – O Movimento Católico de Profissionais (Metanoia) realiza, nos dias 23 e 24 de março, na Casa Diocesana de Vilar (Porto) uma sessão de estudos sobre «Manipulados pela Informação? Comunicação e participação cívica».

Este colóquio conta com intervenções de Manuel Pinto, Luís Santos, Sara Pereira, Jorge Wemans e Helena Araújo, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Para além desta sessão de estudos realiza-se também a assembleia geral do Metanoia.

O Movimento Católico de Profissionais tem por objetivo suscitar, desenvolver e aprofundar, em sintonia com a doutrina da Igreja e as diretrizes da hierarquia, a participação dos seus membros, na ação apostólica da Igreja dirigida fundamentalmente aos profissionais não abrangidos nas categorias de meios rurais e operários.

LFS

Jesuítas: Colóquio sobre «O que guardas no coração?»
Mar 23 todo o dia

Coimbra, 20 mar 2019 (Ecclesia) – O Centro Universitário Manuel da Nóbrega (CUMN), em Coimbra, organiza o encontro «Fé e Cultura», dia 23 de março, que tem como tema «O que guardas no coração?».

Esta atividade do centro que é orientado pelos padres jesuítas e destinado a todos os estudantes realiza-se no auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra e vai ser “um dia de conversas para desintoxicar em três atos: Centrar, Consertar e Concentrar”, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

O programa procura “ajudar a focar no essencial, conhecer exemplos práticos de como descomplicar, promover a dimensão espiritual da vida e ir ao encontro da verdadeira identidade para guardar no coração o que for, de facto, preci(o)so”, acrescenta a nota.

Álvaro Laborinho Lúcio, Paula Moura Pinheiro, Jacinto Lucas Pires, Kiko Martins, Eduardo Sá, Luis Patrício e Amélia Souto Moura são alguns dos oradores desta iniciativa.

O encontro «Fé e Cultura» destina-se a um público vasto (crente, não crente e em busca) que com “abertura de coração deseje entrar em diálogo com os contributos dos vários convidados”.

LFS

Leiria-Fátima: Encontros vicariais entre o bispo da diocese e os jovens
Mar 23 todo o dia

Foto: Diocese de Leiria-Fátima

Leiria, 28 dez 2018 (Ecclesia) – O bispo de Leiria-Fátima vai percorrer a diocese em encontros vicariais com os jovens, com o tema «quem és Tu, Senhor?», entre 5 de janeiro e 23 de março de 2019.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, a Diocese de Leiria-Fátima realça que D. António Marto pretende “encontrar os mais novos para os escutar” e fazer-lhes o convite a uma “participação mais ativa na vida das comunidades”.

«Quem és Tu, Senhor?» é a pergunta que serve de ponto de partida para os encontros que vão realizar-se de 5 de janeiro de 2019 a 23 de março.

“Estes encontros vicariais podem ser uma excelente oportunidade para criar dinamismos de pastoral juvenil e vocacional nas paróquias e nas vigararias, ao congregar os elementos das várias paróquias com maior carisma para trabalhar com os jovens e a partir daqui poder estruturar-se um trabalho mais objetivo de pastoral juvenil”, disse o diretor do Departamento diocesano de Pastoral Juvenil e Vocacional (DPJV).

A Diocese de Leiria-Fátima está a viver o primeiro ano de um biénio pastoral dedicado ao tema ‘Jovens, Fé e Vocação’ e uma das iniciativas programadas é um encontro do bispo diocesano com os jovens, nas nove vigararias.

Na sua carta pastoral o cardeal D. António Marto explicou que os encontros vicariais têm como primeira estrutura organizadora e coordenadora o DPJV que preparou um guião que é a base e a orientação às organizações locais, que vão das vigararias às paróquias e a pequenos grupos de trabalho e reflexão.

“Cada vigararia está a trabalhar com metodologias diversas; nalgumas estão a reunir os jovens e a fazer o trabalho preparatório em conjunto; noutras reuniram-se os animadores de jovens e catequistas do 10.º ano de catequese para lançar o trabalho”, explicou o diretor do departamento, o padre André Batista.

No sítio online da Diocese de Leiria-Fátima, o responsável adianta que os encontros destinam-se a todos os jovens, a partir dos 16 anos de idade, “mesmo que não estejam ligados a grupos paroquiais” e é pedida uma “especial mobilização” de grupos paroquiais de jovens, escuteiros e movimentos apostólicos, acólitos, os que fazem a preparação para o Crisma, etc., “sem carácter obrigatório, mas para quem se interesse efetivamente por participar.

CB

Setúbal: Celebrações do IV Centenário da morte de Frei Agostinho da Cruz
Mar 23 todo o dia

Setúbal, 05 fev 2019 (Ecclesia) – Nas comemorações do IV Centenário da morte de Frei Agostinho da Cruz vai ser lançada uma “ampla antologia” da sua obra poética destinada a um “público abrangente”, organizada pelo escritor e investigador Ruy Ventura (comissário das Comemorações).

É já no próximo dia 14 de março de 2019 que se cumprem os quatrocentos anos da morte de um dos “maiores poetas de língua portuguesa”, Frei Agostinho da Cruz (1540- 1619), ocorrida em Setúbal, junto da igreja da Anunciada, no Bairro do Troino, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Figura marcante na literatura no nosso país e também na espiritualidade, “nomeadamente franciscana e arrábida”, a sua memória será lembrada entre este ano e 2020 (480 anos do seu nascimento) num conjunto de iniciativas, promovidas ou apoiadas pela Diocese de Setúbal.

Além desta edição vai realizar-se “um recital de poesia”, no Convento da Arrábida, a 23 de março, com a leitura de poemas de Frei Agostinho da Cruz e de outros autores que espelharam nos seus versos aquele sacro-monte.

No dia 01 de junho realiza-se um colóquio sobre a vida e obra do poeta, em Sintra, localidade onde viveu mais de quarenta anos.

Em janeiro de 2020, D. José Tolentino Mendonça profere, em Setúbal, uma conferência sobre o poeta.

Nascido em Ponte da Barca e falecido em Setúbal, junto à igreja da Anunciada, Agostinho Pimenta – o seu primeiro nome – foi noviço no convento de Santa Cruz, na serra de Sintra, passando a habitar a partir de 1605 numa cela na serra da Arrábida, como eremita.

LFS

 

Coimbra: Cáritas diocesana organiza uma caminhada pelos migrantes do mundo
Mar 23@20:30_22:00

Coimbra, 18 mar 2019 (Ecclesia) – Enquadrado na celebração da Semana Nacional Cáritas (17 a 24 deste mês), o organismo da Diocese de Coimbra vai promover, dia 23 de março um encontro noturno para a comunidade.

Esta iniciativa consiste numa “caminhada solidária com o objetivo de homenagear e relembrar os migrantes de todo o mundo que tiveram que abandonar o seu lar”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Tal como o peditório público, que irá decorrer nos dias 21 e 24 de março, também a caminhada assenta na temática “Juntos numa só família humana” e tem como principal objetivo a sensibilização da comunidade em geral para um olhar mais humanizado sobre as pessoas em mobilidade, associando-nos aos seus sofrimentos e múltiplas dificuldades, lê-se.

A concentração será às 20h30 no Largo da Portagem, onde irá ser entregue a cada participante uma vela simbólica sob o mote de “acolher, proteger, promover e integrar os migrantes e refugiados”, promovendo desta forma uma oportunidade de diálogo e de encontro.

Às 21h00 será dado início à caminhada noturna com o percurso Parque Manuel Braga, Ponte Pedro e Inês e Mosteiro de Santa Clara, terminando aqui com um momento musical.

LFS

Setúbal: Bispo preside à apresentação do Relatório sobre Liberdade Religiosa no Mundo
Mar 23@21:00

Lisboa, 22 mar 2019 (Ecclesia) – O bispo de Setúbal vai presidir à sessão de apresentação do Relatório sobre Liberdade Religiosa no Mundo, da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), este sábado, a partir das 21h00, na igreja da Nossa Senhora da Anunciada.

“As conclusões do relatório são um alerta para a situação em que se encontram milhares de pessoas em todo o mundo vítimas da intolerância, fanatismo religioso e terrorismo, mas também da violência exercida por grupos radicais, atores estatais e regimes autoritários”, afirma a AIS.

Na nota enviada à Agência ECCLESIA, a fundação pontifícia informa que para além da intervenção de D. José Ornelas também a diretora do secretariado português da Ajuda à Igreja que Sofre, Catarina Martins de Bettencourt, vai falar sobre liberdade religiosa.

O salão paroquial da igreja da Nossa Senhora da Anunciada, em Setúbal, vai receber, este sábado, a apresentação do mais recente relatório sobre a Liberdade Religiosa no Mundo, que é publicado de dois em dois anos, resultado do trabalho de uma extensa equipa que “monitorizou a informação” publicada nos Media, documentos constitucionais e legislação dos diversos países, como dados obtidos da Igreja e de outras instituições nos diversos continentes.

Segundo a AIS, o documento conclui que a situação das minorias religiosas “se deteriorou em quase metade dos países onde há violações significativas das liberdades” e em comparação com o relatório anterior, de 2016, “há mais países a sofrerem abusos sistemáticos quanto à prática de culto”.

A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre está a fazer um périplo pelas dioceses portuguesa e a Igreja Católica em Setúbal vai receber o relatório depois de Lisboa, Porto, Leiria-Fátima e Évora.

O documento pode ser consultado em em www.religion-freedom-report.org e a sua versão impressa pode ser solicitado à AIS.

CB

Vida Consagrada: Cantata «Derramaste, ó Deus, uma chuva de bênçãos»
Mar 23@21:30

Póvoa de Varzim, 11 mar 2019 (Ecclesia) – Na comemoração dos 50 anos de aprovação da Congregação da Divina Providência e Sagrada Família realiza-se, dia 23 de março, na Igreja matriz de Póvoa de Varzim, às 21h30, a cantata «Derramaste, ó Deus, uma chuva de bênçãos».

A obra musical é da autoria do padre João Paulo Quelhas (Capelão do Santuário de Fátima) e Sílvio Vicente e vai ser executada pelo Coro do Sameiro e Orquestra, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A cidade de Póvoa de Varzim (Arquidiocese de Braga) é a terra natal da cofundadora da congregação, irmã Maria Rosa Campos.

LFS

Mar
24
Dom
Lisboa: Cáritas diocesana promove «Caminhada pela inclusão»
Mar 24@9:30

Lisboa, 18 mar 2019 (Ecclesia) – Por ocasião da Semana Nacional Cáritas vai decorrer, dia 24 de março, uma «Caminhada pela inclusão», que tem início às 09h30, na Paróquia de Camarate, Loures (Patriarcado de Lisboa).

Nesta iniciativa, com partida no Bairro da Torre, a comunicação da caminhada, as suas faixas e cartazes, estão a ser desenhados por alunos do Agrupamento de Escolas de Camarate, e funda-se no Pacto da ONU para as Migrações, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

“Quem desejar participar está a ser também convidado a vestir-se de branco e a transportar consigo uma mala de viagem, uma mochila ou sacola vazia, em solidariedade com todos os migrantes e refugiados”, acrescenta.

Animada pela Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Camarate, a caminhada tem “concentração e partida do bairro da Torre, um lugar apoiado pela Cáritas de Lisboa”, onde ainda vivem hoje “cerca de 40 famílias, sem acesso a bens fundamentais, da eletricidade à água potável e sanitários”, refere a nota.

LFS

Algarve: Paróquias da Sé e de São Luís de Faro dinamizam ciclo de tertúlias quaresmais
Mar 24@15:00

Faro, 07 mar 2019 (Ecclesia) – As paróquias da Sé e de São Luís de Faro, na Diocese do Algarve, vão promover um ciclo de tertúlias durante Quaresma, sobre temas dedicados à fé, ciência, à vida, à família, e da justiça o apoio social.

O programa enviado à Agência ECCLESIA, pelo jornal diocesano ‘Folha do Domingo’, informa que as tertúlias quaresmais, a partir deste domingo, dia 10 de março, realizam-se semanalmente, pelas 15h00, no salão da Paróquia de São Luís, em Faro.

‘Fé e Ciência’ é o primeiro tema e para orador foi convidado o diretor adjunto da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, o padre Alexandre Palma, sacerdote do Patriarcado de Lisboa.

Uma semana depois, a 17 de março, o ‘Testemunho de Vida’ é da responsabilidade da presidente da Federação Portuguesa pela Vida, Isilda Pegado, enquanto a terceira tertúlia é dedicada ao tema ‘Uma família numerosa’ com o casal Manuela e Tiago Miranda, dia 24 deste mês.

No próximo dia 31, último domingo de março, os participantes vão ouvir o ex-procurador geral da República, Souto de Moura dizer o que pensa ‘da justiça: um testemunho’,

O ciclo de tertúlias quaresmais das paróquias da Sé e de São Luís de Faro termina com a presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares contra a Fome, Isabel Jonet, e um ‘Testemunho de Vida’, a partir das 15h00 de 7 de abril.

CB

Mar
25
Seg
Lisboa: Conferência sobre «Economia e Sociedade – Pensar o Futuro»
Mar 25 todo o dia

Lisboa, 26 fev 2019 (Ecclesia) – O Grupo Economia e Sociedade (GES) promove, dia 25 de março, na Fundação Calouste Gulbenkian (anfiteatro 3), em Lisboa, uma conferência sob o tema «Economia e Sociedade – Pensar o Futuro».

Além da intervenção inicial, a cargo de Filipe Duarte Santos (FC/UL), vai ser abordado um “conjunto de temáticas relevantes para a construção de uma estratégia de desenvolvimento futuro”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O primeiro painel «Território, desenvolvimento e coesão territorial» vai ter como intervenientes Manuel Brandão Alves (GES), José Reis (UC) e Helena Freitas (UC), lê-se no programa.

«Inovação tecnológica. Conhecimento. Futuro do trabalho» é o centro da reflexão no painel que tem como oradores Margarida Chagas Lopes (GES, Socius), Paulo Pedroso (Administrador Executivo Suplente no Banco Mundial) e Helena Lopes (ISCTE).

O último quadro de reflexão tem como tema «Por uma sociedade desenvolvida, inclusiva e de coesão social e geracional. O futuro do estado social» que conta com a contribuição de Carlos Farinha Rodrigues (GES, ISEG/UL), Nuno Ornelas Martins (UCP – Porto) e Aurora Teixeira (FEP).

A iniciativa encerra com Manuela Silva (GES) e Guilherme Oliveira Martins (FCG).

O Grupo Economia e Sociedade (GES) tem procurado contribuir com a sua reflexão e tomadas de posição para debater questões de oportunidade e relevância para o desenvolvimento da economia e da sociedade portuguesa.

LFS