Padre José Augusto Pereira Rodrigues vai também «apresentar propostas» para «renovação pastoral e administrativa» diocesana

Leiria, 23 jul 2021 (Ecclesia) – O bispo de Leiria-Fátima nomeou o padre José Augusto Pereira Rodrigues responsável pelo processo sinodal na diocese no âmbito da 16ª assembleia geral do Sínodo dos Bispos, em outubro de 2023, que é antecedido por assembleias diocesanas e continentais.

No decreto de nomeação, D. António Marto explica que atribuiu ao sacerdote a missão de “promover, organizar, coordenar e acompanhar” a consulta e o discernimento sinodal na Diocese de Leiria-Fátima em todas as suas etapas, “incluindo a elaboração da síntese final” que vai ser enviada à Conferência Episcopal Portuguesa.

O padre José Augusto Pereira Rodrigues, que vai constituir uma equipa de colaboradores, tem também a tarefa de recolher e apresentar propostas “em ordem à renovação pastoral e administrativa” nesta Igreja diocesana.

A XVI Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, tem como tema ‘Por uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão’, e o processo sinodal começa este ano, com a fase consultiva, e termina em 2023.

O bispo diocesano contextualiza que o Papa Francisco deseja que este acontecimento envolva todo o povo de Deus num itinerário e “dinamismo de escuta recíproca no Espírito Santo”.

A Secretaria-Geral do Sínodo dos Bispos fala numa “modalidade inédita” de preparação deste encontro mundial, que visa possibilitar “a escuta real do Povo de Deus e garantir a participação de todos no processo sinodal”.

“Cabe, portanto, também à nossa Igreja de Leiria-Fátima integrar-se no itinerário sinodal, conforme o desejo do Santo Padre e as orientações da Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos”, assinala D. António Marto.

A abertura do Sínodo de 2023 acontece no Vaticano, sob a presidência do Papa, nos dias 9 e 10 de outubro deste ano, e em cada diocese católica, a 17 de outubro, sob a presidência do respetivo bispo.

O Sínodo dos Bispos pode ser definido, em termos gerais, como uma assembleia de representantes dos episcopados católicos de todo o mundo, a que se juntam peritos e outros convidados, com a tarefa ajudar o Papa no governo da Igreja.

CB

 

Sínodo 2023: Vaticano lança processo inédito de consulta, com assembleias diocesanas e continentais

Partilhar:
Share