Esta noite, e no domingo dinamizam o «Live Panamá» para acompanhar final da JMJ 2019

Foto: Diocese da Guarda

Guarda, 25 jan 2019 (Ecclesia) – O Departamento da Pastoral Juvenil Universitária e Vocacional, da Diocese da Guarda, convida os jovens do território para uma vigília de oração esta noite, em ligação às Jornadas Mundiais da Juventude do Panamá.

“Envolver os jovens da região no espírito das Jornadas” é o objetivo da iniciativa que se realiza, em simultâneo, em quatro pontos diferentes da diocese egitaniense – Fundão, Covilhã, Guarda e Seia –, a partir das 21h00, divulga o jornal ‘A Guarda’.

O coordenador do Departamento da Pastoral Juvenil Universitária e Vocacional, da Diocese da Guarda, salienta que apesar de as próximas JMJ se realizarem “num lugar distante do nosso país”, isso não deve impedir ninguém de viver e acompanhar este encontro.

O padre Rafael Neves desafia os mais novos da Diocese da Guarda a “unirem-se pela oração ao Papa e a todos os jovens que a ele estarão associados” no Panamá, entre 22 e 27 de janeiro.

No Fundão, a vigília de oração está marcada para a igreja Matriz; na Covilhã a celebração vai decorrer na Capela dos Serviços Sociais da Universidade da Beira Interior; em Seia na igreja de Nossa Senhora do Rosário.

Na cidade da Guarda para além desta celebração, o seminário maior vai receber também o «Live Panamá», este domingo, dia 27, das 10h30 às 15h30.

Todos os momentos de oração serão guiados por “um tema e um esquema comum, preparado pela equipa da Pastoral Juvenil Universitária e Vocacional”, refere o padre Rafael Neves.

O sacerdote pediu que as vigílias nos vários lugares sejam “preferencialmente dinamizadas por jovens e para jovens, não excluindo a participação de outras pessoas que se queiram associar” a esta iniciativa.

A 34.ª edição das Jornadas Mundiais da Juventude, presididas pelo Papa Francisco, terão como tema ‘Eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a sua palavra’, e deverá contar com mais de 200 mil participantes, de 155 países.

Portugal irá participar nas JMJ 2019 com cerca de 300 elementos de 12 dioceses e seis movimentos, acompanhados por seis bispos e 30 voluntários.

JCP

Partilhar:
Share