Foto: Igreja Açores

Angra do Heroísmo, Açores, 25 jul 2018 (Ecclesia) – O bispo de Angra incentivou os sacerdotes à evangelização, no decreto das nomeações para o ano pastoral 2018/2019 que, no Arquipélago dos Açores, começa no primeiro domingo de outubro, dia 7.

“Convido a aprofundar o ser e a missão dos sacerdotes através da experiência de S. Paulo que nos oferece na expressão ‘ai de mim se não evangelizar’”, escreveu D. João Lavrador.

O bispo de Angra refere que o próximo ano pastoral desafia a diocese “através das exigências que se desprendem” do lema ‘comunidade evangelizada em comunhão missionária’.

Para D. João Lavrador “é necessário” oferecer às comunidades paroquiais e serviços diocesanos os sacerdotes que precisam para “caminharem na edificação da comunidade cristã” pelo “anúncio do Evangelho, pela celebração dos mistérios da fé” que estão centrados “na Eucaristia e na partilha fraterna”.

O prelado agradeceu a disponibilidade de todos os padres realçando que “a missão da Igreja”, em todos os seus membros, “é evangelizar”.

O sítio informativo online ‘Igreja Açores’ destaca das nomeações do bispo diocesano 12 novas colocações, há o regresso de três sacerdotes, duas saídas, “uma por limite de idade e outra por licença para exercer o ministério noutra diocese”, e a mudança no Santuário Diocesano de Nossa Senhora dos Milagres, na Serreta, ilha Terceira, com a chegada do padre João Pires.

Regressaram aos Açores, o padre Luís Dutra dos Estados Unidos da América, o padre José Paulo Machado, que terminou o doutoramento em Ciências da Comunicação, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa, onde estava desde 2010, e o padre Jason Gouveia, depois de três anos na comunidade Obra de Maria no Brasil.

D. João Lavrador reconduziu 11 sacerdotes nas paróquias e o sacerdote mais novo da diocese, ordenado a 30 de junho, o padre Nuno Fidalgo vai para a ilha das Flores.

Os dois diáconos permanentes Heriberto Silveira Brasil e Francisco Lima, ordenados no final de 2017, vão estar ao serviço na ilha Terceira, respetivamente na Paróquia das Cinco Ribeiras e na Paróquia da Ribeirinha, informa o sítio ‘Igreja Açores’.

CB/OC

Partilhar:
Share