Sacerdote português afirma que esta é «uma missão para servir»

Bagamoyo, Tanzânia, 21 out 2021 (Ecclesia) – O padre Tony Neves, missionário português, foi eleito hoje assistente geral da Congregação do Espírito Santo (Espiritanos), no capítulo geral que está a decorrer em Bagamoyo, Tanzânia.

“Esta é mais uma missão para servir. Depois de tudo o que aconteceu na minha vida espiritana, aceito com serenidade e espírito de fé esta missão para a qual fui eleito”, disse o sacerdote à Agência ECCLESIA.

O padre Tony Neves salienta que os desafios da missão hoje “são enormes” e a sinodalidade, que o Papa desafia, “será uma forma de ser Igreja”, que os membros da sua congregação vão “abraçar”.

Os Espiritanos informam que o padre Tony Neves, com mais cinco assistentes, vai ter a missão de colaborar com o novo superior geral da congregação, o padre Alain Mayama, na animação dos mais de 2500 missionários que trabalham em mais de 60 países, nos cinco continentes”.

A animação da Congregação Espiritana é feita por um superior geral e seis assistentes que são eleitos de oito em oito anos, nos Capítulos Gerais, e este conselho vai ter também a função de “acolher e animar” os milhares de leigos que partilham esta espiritualidade e missão.

O padre Tony Neves, membro da província portuguesa dos Espiritanos, trabalhava no governo central da congregação, como delegado para o conjunto de circunscrições lusófonas e da América Latina, desde setembro de 2020, para além de coordenar o setor da Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC) e Diálogo Inter-Religioso (DIR), desde 2018.

O religioso destaca que as questões da JPIC e da DIR, “linhas da frente da missão”, são “prioridade” para a congregação, que deverá nomear um novo responsável para as mesmas.

O sacerdote português nasceu em 1962, fez a sua profissão perpétua na congregação religiosa em 1985 e foi ordenado presbítero em 1989, ano em que iniciou a sua vida missionária em Angola, na formação e pastoral.

Em Portugal, o padre Tony Neves estudou Comunicação e Ciência Política, trabalhou na animação missionária, pastoral juvenil e comunicação social; foi assistente provincial e também responsável nacional dos Espiritanos, entre 2012 e 2018.

Os Missionários Espiritanos estão reunidos em Capítulo Geral na Tanzânia, em Bagamoyo, desde o dia 3 de outubro.

Na reunião magna da Congregação do Espírito Santo, que termina no domingo, dia 24, foi eleito como novo superior geral o padre Alain Mayama, natural do Congo Brazzaville; Pela primeira vez foi escolhido um missionário do continente africano para estas funções, era assistente geral, em Roma.

A Congregação dos Missionários Espiritanos foi fundada em 1703, por Cláudio Poullart des Places, e, em 2017, assinalaram 150 anos de missão em Portugal.

CB/OC

Partilhar:
Share