Trabalhos da XI Conferência Regional definiram os projtos para os próximos seis anos

Foto Missionários da Consolata – Participantes da XI Conferência Regional

Fátima, 30 abr 2018 (Ecclesia) – O Instituto Missionário da Consolata (IMC) em Portugal promoveu uma conferência regional sobre o tema “Discípulos missionários em saída, em Portugal”, onde afirmaram a necessidade de “consolidar o caminho já iniciado rumo à continentalidade”.

Para o superior regional do IMC em Portugal, a conferência que terminou este sábado em Fátima foi “histórica” por ter sido um “marco” para iniciar o processo da constituição de uma região dos missionários da consolata da Europa.

“A partir desta Conferência estamos dispostos a começar esta caminhada nova (a continental), e isso é muito importante”, afirmou o padre Eugénio Butti no encerramento da XI Conferência Regional, que projetou os trabalhos da congregação para os próximos seis anos.

De acordo com a informação publicada hoje na página da internet do IMC, 43 missionários da região portuguesa que participaram na conferência apelaram “revitalização comunitária”, refletiram sobre a “centralidade de Cristo” e analisaram os desafios da missão “ad gentes”.

O documento final indica como prioridades a “opção missionária pelas periferias existenciais”, a “necessidade de reavaliar e reforçar as presenças IMC em ambiente pastoral paroquial” e refere a necessidade de “consolidar o caminho já iniciado rumo à continentalidade (região única IMC na Europa)”.

A Conferência Regional contou com a participação do padre e poeta Tolentino Mendonça e do jornalista António Marujo que “falaram sobre a incidência da vida religiosa consagrada – em especial na sua dimensão missionária – na Igreja contemporânea”.

A XI Conferência Regional do Instituto Missionário da Consolata decorreu na Casa de Espiritualidade Francisco e Jacinta Marto, em Fátima, entre os dias 23 e 28 de abril de 2018 e contou com a presença de 43 missionários da região portuguesa IMC, o vice-superior geral da congregação, padre James Lengarin, e o conselheiro geral par ao continente europei, padre Antonio Rovelli, assim como o superiores regional de Itália, padre Michelangelo Piovano, e o superior da delegação de Espanha, padre José Luís Pereyra.

PR

Partilhar:
Share