Francisco defende «soluções de conjunto e vias de diálogo»

Foto: Vatican Media

Cidade do Vaticano, 15 mai 2022 (Ecclesia) – O Papa desafiou hoje os responsáveis internacionais a procurar soluções de paz e de diálogo, para superar a guerra, falando no final da Missa em que canonizou dez santos, no Vaticano.

“Enquanto, tristemente, no mundo crescem as distâncias, aumentam as tensões e as guerras, que os novos santos inspirem soluções de conjunto, vias de diálogo, especialmente nos corações e na mente de quantos assumem encargos de grande responsabilidade e são chamados a ser protagonistas de paz, não de guerra”, declarou, antes da recitação da oração pascal do ‘Regina Coeli’.

Falando às dezenas de milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro, Francisco quis saudar e agradecer a todos os presentes, “especialmente os que pertencem às famílias espirituais dos novos santos”, e às delegações dos vários países.

“É bonito constatar que, com o seu testemunho evangélico, estes santos contribuíram para o crescimento espiritual e social das suas nações, bem como de toda a família humana”, referiu.

O Papa concluiu a sua intervenção com uma oração à Virgem Maria, para que ajude os católicos a “imitar com alegria” o exemplo dos novos santos.

No final da celebração, Francisco passou em papamóvel, junto da multidão, já depois de ter cumprimentado pessoalmente vários dos cardeais presentes, caminhando com visível dificuldade devido ao problema que o tem afetado num joelho.

OC

Vaticano: Igreja Católica tem dez novos santos (c/fotos)

Partilhar:
Share