Iniciativa do «Movimento ‘Toda a Vida tem Dignidade’»

Braga, 29 mai 2018 (Ecclesia) – O movimento ‘Toda a Vida tem Dignidade – Braga’ organizou em diversas localidades de Viana e Braga vigílias e manifestações contra os projetos de lei que pedem a despenalização da Eutanásia e que vão estar em debate no Parlamento.

Num comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, o movimento destaca que ‘Cuidar até ao fim’ foi a “palavra de ordem” ouvida na noite desta segunda-feira em diversas localidades de Portugal e do mundo.

“A adesão da população foi impressionante e contamos com o apoio das mais variadas personalidades públicas e políticas, confirmando que este é um assunto transversal à sociedade e que não devia ser partidarizado desta forma”, assinala o movimento ‘Toda a Vida tem Dignidade – Braga’.

Nos distritos de Braga e Viana do Castelo registaram concentrações em localidades, como: Amares; Barcelos; Braga; Guimarães; Ponte da Barca, Ponte de Lima; Vieira do Minho; Vila Nova de Famalicão.

Os cidadãos que se concentraram, preferencialmente em frente aos edifícios das câmaras municipais, pediram aos deputados na Assembleia da República que “não aprovem uma lei à pressa, na qual não se reveem, que não lhes foi devidamente apresentada”.

“Que desprotege os mais frágeis atentando contra a sua vida dos cidadãos que estão em casos limite e que o Estado tem o dever de cuidar”, alerta o movimento espontâneo.

‘Toda a Vida tem Dignidade – Braga’, com apenas cinco dias, afirma que acredita numa sociedade que “não abandona as pessoas doentes, antes cuida e acompanha todos, especialmente os mais fragilizados”.

“Preferimos uma sociedade solidária a uma sociedade indiferente”, acrescentou a organização das vigílias/manifestações, que a exemplo de países desenvolvidos, como a Finlândia, defende “uma aposta forte numa Rede Nacional Cuidados Paliativos, um SNS (Serviço Nacional de Saúde) que cuide até ao fim”.

Em Portugal registaram-se ainda concentrações a favor da vida em Aveiro, Coimbra, Lisboa, Porto e Viseu, e noutros países como Brasil (Rio de Janeiro), China (Macau, Hong Kong), Estados Unidos da América (Nova Iorque, San José e San Leandro).

A Assembleia da República vai discutir e votar hoje, deputado a deputado, quatro projetos de lei sobre a despenalização da Eutanásia apresentados pelo partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), Bloco de Esquerda (BE), PS e Partido Ecologista “Os Verdes”, a partir das 15h00.

CB

Partilhar:
Share