Espaço disponibilizado pela diocese serve como centro de retaguarda

Porto, 20 out 2020 (Ecclesia) – O bispo do Porto anunciou hoje que a diocese disponibilizou o pavilhão 4 do Seminário do Bom Pastor, para funcionar como “hospital de acolhimento de vítimas da Covid”.

“O local já foi visitado pelas autoridades e já se procede a arrumação dos espaços. Será um centro de internamento que pode ir até 80 camas”, escreveu D. Manuel Linda, na sua conta no Twitter.

A Diocese do Porto tinha disponibilizado o mesmo espaço, em março deste ano, durante o confinamento provocado pela pandemia, mas a sua utilização acabaria por não ser necessária.

Esta segunda-feira, o Secretario de Estado e coordenador da região Norte para a Covid-19, Eduardo Pinheiro, explicou que o centro de retaguarda no Seminário do Bom Pastor deve estar pronto ainda esta semana, com 50 camas numa primeira fase – podendo aumentar de capacidade até as 80.

“Esta opção será alargada a todos os distritos da região”, disse, após uma reunião, no Porto, na Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N).

Já o presidente da Comissão Distrital de Protecção Civil do Porto, Marco Martins, referiu à Lusa que “caberá à ARS-N sinalizar junto dos hospitais quais doentes podem ser transferidos para o Seminário”, a fim de libertar camas nas unidades hospitalares”.

D. Manuel Linda recorreu ao Twtter, ainda, para apelar a comportamentos responsáveis por parte dos cristãos, diante da pandemia.

“A caridade social obriga-nos a ser prudentes para evitar a transmissão do vírus. Por amor de Deus, limite-se as festas, permanências em bares e longos encontros de grupos. Neste caso, não pensar nas consequências é pecado! Façamos a nossa parte que Deus faz a d’Ele”, escreveu.

OC

Partilhar:
Share