Fátima, 7 fev 2020 (Ecclesia) – O encontro nacional da Pastoral Penitenciária vai refletir sobre «Prisões e “Janelas com Horizonte”», hoje e este sábado, no Hotel Santo Amaro, em Fátima.

Esta temática surge na linha do pensamento e da ação do Papa Francisco relacionado com as pessoas em situação de privação de liberdade, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O encontro começa hoje e o primeiro dia, das 09h30 às 17h00, destina-se aos assistentes espirituais e religiosos, vão falar do projeto «Caminhos de Liberdade» – Ponto de situação de Protocolo entre a Cáritas Portuguesa e a DGRSP (Direcção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais) por Eugénio Fonseca, lê-se no programa.

O bispo auxiliar de Lisboa, D. Joaquim Mendes, vai falar sobre as Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ) e as interpelações à Pastoral Penitenciária e pelas 21h00 vai ser exibido o filme sobre o Papa Francisco seguido de debate.

Este sábado, Rómulo Mateus, diretor geral da DGRSP, aborda o tema «Prisões e “Janelas com Horizonte”» e o chefe de redação da Agência ECCLESIA, Octávio Carmo, reflete sobre «Visão do Papa sobre Prisões e “Janelas com Horizonte”».

De tarde os participantes vão trabalhar em grupo sobre “Pastoral Penitenciária na senda do Papa Francisco”.

O encerramento, pelas 17h30, do XV Encontro Nacional da Pastoral Penitenciária é feito pelo padre João Gonçalves, coordenador nacional da Pastoral Penitenciária, e por D. Joaquim Mendes, bispo auxiliar de Lisboa e membro da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana.

LFS

PROGRAMA do ENCONTRO da PASTORAL PENITENCIÁRIA

 

Igreja/Prisões: «É importante para os presos falar-se de liberdade e de horizonte» – Coordenador Pastoral Penitenciária (c/vídeo)

Partilhar:
Share