D. Nuno Brás crismou 90 jovens e adultos

Ribeira Seca, Madeira, 06 dez 2021 (Ecclesia) – O bispo do Funchal presidiu este domingo à Missa na paróquia da Ribeira Seca, com administração do Sacramento da Confirmação, o que não acontecia nesta comunidade há mais de 50 anos.

D. Nuno Brás sublinhou que a celebração representava um “voltar à normalidade” da vida da paróquia, no Concelho de Machico.

“A pergunta que sempre se nos coloca é se Deus tem ou não alguma coisa a ver com a nossa vida”, disse o responsável, na homilia da Eucaristia, em que crismou 90 jovens e adultos.

“Se Deus tem alguma coisa a ver com a tua vida, tudo muda porque a minha vida deixa de ser conduzida por aquilo que eu penso, que eu acho que são as melhores opções, as melhores escolhas, para me deixar conduzir por Deus”, acrescentou, numa intervenção citada pelo ‘Jornal da Madeira’, publicação diocesana.

O padre Martins Júnior, administrador paroquial da Ribeira Seca, apresentou o grupo a D. Nuno, sublinhando o dia de festa vivido pela comunidade.

Em 2019, o atual bispo do Funchal decidiu revogar a “suspensão a divinis” aplicada ao padre Martins Júnior, em julho de 1977, nomeando-o administrador paroquial da Ribeira Seca.

O padre sacerdote, nascido em 1938, nunca deixou a paróquia, presidindo a celebrações religiosas, apesar da suspensão e da ausência de nomeação oficial da diocese; nestas décadas, ocupou vários cargos políticos, como deputado da Assembleia Regional e como presidente do Município de Machico.

OC

 

Partilhar:
Share