«Jovens devem ter um papel importante», disse D. Ivo Scapolo

Foto: JMJ Lisboa 2023

Lisboa, 05 mai 2022 (Ecclesia) – O núncio apostólico (embaixador da Santa Sé) em Portugal visitou esta terça-feira a sede da JMJ Lisboa 2023, apelando à valorização das novas gerações.

“Os jovens devem ter um papel importante, como o Papa diz: ‘sejam protagonistas’”, referiu D. Ivo Scapolo, citado pelo site oficial da Jornada Mundial da Juventude.

O representante diplomático do Papa quis enaltecer o papel dos jovens como “responsáveis pela igreja de amanhã”, deixando votos de que a próxima edição internacional da JMJ “possa produzir muitos frutos para o bem da humanidade”.

D. Ivo Scapolo foi recebido por D. Américo Aguiar, presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023, e pelo secretário-executivo, Duarte Ricciardi, além de membros da equipa e voluntários.

O núncio apostólico fez uma visita pelas instalações e ficou a conhecer o trabalho que está a ser desenvolvido de preparação; decorreu ainda o descerramento de uma placa evocativa desta visita.

A próxima edição internacional da Jornada Mundial da Juventude vai decorrer em Lisboa, entre 1 e 6 de agosto de 2023, na primeira vez que Portugal acolhe a iniciativa, com a presença de centenas de milhares de jovens.

O anúncio da escolha da capital portuguesa aconteceu a 27 de janeiro de 2019, no Panamá.

A JMJ nasceu por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma. A JMJ já passou pelas seguintes cidades: Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

OC

JMJ Lisboa 2023: «O encontro tem de ser original», afirma o Papa numa mensagem vídeo

Partilhar:
Share