Francisco desafia os jovens a sair das crises «juntos» e «melhores» e a preparar a Jornada Mundial da Juventude com a «poesia da criatividade»

Cidade do Vaticano, 07 mar 2022 (Ecclesia) – O Papa Francisco deseja que a Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 seja “original”, desafia os jovens a preparar o encontro com a “fantasia da criatividade” e como sinal de que saem “juntos” e “melhores” das crises da atualidade.

“O encontro tem de ser original, com o contributo de todos. Vocês têm de o criar. Animem-se e sigam em frente”, indica o Papa na mensagem vídeo divulgada hoje pelo Gabinete de Comunicação da JMJ Lisboa 2023.

O Papa pede os jovens a não viver “dos rendimentos, do que se fez nos outros encontros” mundiais da juventude, procurando antes “criar o encontro”.

“Se vocês não forem criativos, se vocês não forem poetas, este encontro não vai resultar, não vai ser original, vai ser uma fotocópia de outros encontros. E como dizia o jovem beato italiano [Carlo Acutis]: cada um de nós tem de ser original, não uma fotocópia”, afirmou.

Francisco dirige-se a todos os que estão a preparar, como voluntários, a próxima JMJ, em Portugal e nos vários países, reconhece que no contexto atual “não é fácil” e pede-lhes para “olhar no mesmo sentido”.

“Não é fácil porque andamos de crise em crise. Saímos de uma crise pandémica, entramos numa crise económica e agora estamos na crise da guerra, que é um dos piores males que pode acontecer”, lembrou.

No meio de todas estas crises, vocês têm de preparar e ajudar para que o evento de agosto de 2023 seja um evento jovem, um evento fresco, um evento com vida, um evento com força, um evento criativo”.

O Papa lembrou que “as crises superam-se juntos, não sós” e que, das crises, ou se sai “melhores ou piores”.

“O desafio que se coloca hoje é para sairmos melhores! E o melhor de vocês é serem criativos: vocês são criativos, poetas! Façam essa poesia da criatividade a olhar para agosto de 2023”, acrescentou.

Francisco lembrou todos os jovens que vão participar, “seja pessoalmente, seja por meios telemáticos”, desejando que “seja um encontro fecundo”.

“Que cada um de nós saia melhor do que chegou. Peço-lhes, por favor, que rezem por mim, porque eu também preciso que me sustentem com a oração”, acrescentou.

O Papa disse que já está a “olhar para agosto de 2023”, para Portugal, para Lisboa, para Fátima, para o encontro com cada jovem e despediu-se, na mensagem vídeo, “até agosto” de 2023.

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) é um encontro dos jovens de todo o mundo com o Papa, foi instituída por João Paulo II, em 1985. A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, e desde então a JMJ já passou pelas seguintes cidades: Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

No dia 27 de janeiro de 2019, na conclusão da Jornada Mundial da Juventude na cidade do Panamá, foi anunciado que a escolha para seguinte edição da Jornada Mundial a Juventude seria Lisboa, onde vai acontecer o encontro de jovens de todo o mundo com o Papa entre os dias 1 e 6 e agosto de 2023.

PR

Partilhar:
Share