Lisboa, 21 fev 2020 (Ecclesia) – O Hospital da Ordem Terceira Chiado anunciou em comunicado que a instituição rejeita a prática da eutanásia, “seja por que motivo for e independentemente daquilo que for decidido por lei”.

A posição é tomada “de acordo com os princípios cristãos e Franciscanos com que se rege” o hospital.

“Guardar respeito absoluto pela Vida Humana desde o seu início, mesmo sob ameaça e não fazer uso dos conhecimentos médicos contra as leis da Humanidade faz parte do Juramento de Hipócrates pelo qual este Hospital se rege”, acrescenta a nota enviada à Agência ECCLESIA.

A legalização da eutanásia foi aprovada esta quinta-feira no Parlamento, que debateu cinco projetos de lei, do PS, BE, PAN, PEV e IL.

OC

Partilhar:
Share