COL apresenta testemunhos de quem trabalha nos vários níveis da estrutura de preparação

 

Lisboa, 13 jan 2023 (Ecclesia) – O Comité Organizador Local da Jornada Mundial da Juventude em Lisboa assinala hoje os 200 dias para a primeira edição internacional deste encontro em Portugal, com o testemunho de três jovens voluntários, que colaboram na sede e numa paróquia.

“Esta foi uma oportunidade que surgiu quando menos esperava. Foi uma luz de Deus num momento menos bom”, disse Maria Teresa, voluntária na sede do Comité Organizador Local (COL), em Lisboa.

Para a jovem de 24 anos, que faz parte da equipa de Comunicação, a sua área de formação, “conciliar o crescimento profissional, com o lado pessoal e espiritual parece algo surreal e inalcançável no mundo laboral”.

Maria Teresa vivia em Madrid, mas “as coisas não estavam a correr como queria”, e quando descobriu que existia a possibilidade de regressar para Lisboa e pôr os seus talentos a render para a JMJ Lisboa 2023 foi “sem hesitar” que aceitou o desafio.

Já Pedro Escaleira é o responsável pelo Comité Organizador Paroquial (COP) de Barcarena, em Oeiras, no Patriarcado de Lisboa, e está a preparar a JMJ 2023 na sua paróquia desde 2020.

“Este será o maior encontro em Portugal, que ficará para a história, um encontro inédito, no nosso país, como não aceitar este convite”, assinalou sobre o desafio de ser a “ponte” entre a JMJ Lisboa 2023 e a paróquia.

Para Pedro Escaleira uma das suas principais motivações para este serviço é corresponder “ao apelo” de criarem uma ‘JMJ de todos e para todos’, e revela que sente que “as pessoas estão gratas por ajudar a construir a JMJ”.

As edições internacionais da Jornada Mundial da Juventude têm voluntários de curta, média e longa duração, Crystel, faz parte destes últimos, e também integra a equipa de comunicação do COL, uma experiência que viveu noutras duas edições, na JMJ Rio 2013, no Brasil, e na JMJ Cracóvia 2016, na Polónia.

Foto: JMJ Lisboa 2023

Para a jovem mexicana, que quer “tornar este encontro possível para os outros jovens”, esta é uma oportunidade de “devolver muito” do que recebeu nas Jornadas Mundiais da Juventude anteriores, onde viveu “grandes experiências”.

No seu sítio online, o Comité Organizador Local da Jornada Mundial da Juventude em Lisboa assinala que este encontro “só se constrói com a dedicação e a generosidade” de cada um dos que se entregam à sua preparação.

Uma delegação do COL está no Vaticano, em reuniões com os responsáveis do Dicastério dos Leigos, Família e Vida (Santa Sé), para preparar o encontro do próximo mês de agosto, com responsáveis da Secretaria de Estado do Vaticano.

O presidente da Fundação JMJ, D. Américo Aguiar, esteve com o Papa Francisco, em audiência privada, esta quinta-feira, e a delegação portuguesa foi também recebida pelo embaixador nacional junto da Santa Sé, Domingos Fezas Vital.

Quem se pretenda inscrever como peregrino, voluntário, para o Festival da Juventude e para a Feira Vocacional na JMJ Lisboa 2023, poderá fazê-lo através do site oficial.

Todas as iniciativas da JMJ Lisboa 2023, incluindo os eventos centrais com o Papa Francisco, são de acesso gratuito para todos. No seguimento do que acontece em todas as Jornadas, a inscrição permite que os peregrinos possam ter acesso a diversos pacotes, mediante as suas necessidades ao nível de serviços, como o alojamento e a alimentação, e em função do período que permanecem em Lisboa.

A organização portuguesa recomenda “fortemente grupos muito pequenos e peregrinos individuais a não se inscreverem por si mesmos, mas a juntarem-se a grupos maiores organizados pelas paróquias, dioceses ou outras comunidades”.

O sistema de inscrição solicita apenas informação mais detalhada relativamente ao responsável e ao vice-responsável dos grupos, sacerdotes, pessoas com deficiência e pessoas com necessidade de visto para entrar em Portugal.

A JMJ Lisboa 2023 é dedicada aos peregrinos de todo o mundo com idades compreendidas entre os 14 e 30 anos de idade, sendo permitido que peregrinos de outras idades se inscrevam; os participantes com idade inferior a 18 anos têm obrigatoriamente de estar integrados num grupo e o seu cuidado é confiado a um adulto do grupo, com a devida autorização dos pais ou responsável legal.

As edições internacionais da JMJ são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

Todas as formas de inscrição incluem seguros de acidente, transportes públicos durante a semana da JMJ, “kit do Peregrino”, entrada gratuita nas atividades culturais do Festival da Juventude e acesso prioritário às zonas reservadas para os inscritos, além das opções de alojamento e alimentação que forem selecionadas.

Os valores vão desde 50 euros a 235 euros, mediante a opção escolhida.

Todos os pagamentos efetuados até 15 de março usufruem de um desconto automático de 5%.

Os participantes que escolham um pacote com alojamento incluído, serão alojados em casas de família, pavilhões, escolas, ginásios, entre outros espaços coletivos.

Na noite de 5 para 6 de agosto de 2023, após a vigília presidida pelo Papa, todos os peregrinos pernoitarão ao ar livre no local da celebração, o Parque Tejo; os participantes deverão trazer consigo saco de cama, colchão ou esteira.

CB/OC

 

A JMJ nasceu por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude, e desde então tem-se evidenciado como um momento de encontro e partilha para milhões de pessoas por todo o mundo.

A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, tendo passado pelas seguintes cidades: Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

A próxima edição internacional vai decorrer na capital portuguesa de 1 a 6 de agosto de 2023, após ter sido adiada um ano, por causa da pandemia de Covid-19.

Lisboa 2023: Campanha «A Jornada Mundial da Juventude precisa de ti» desafia ao voluntariado na JMJ

Lisboa 2023: Delegação do Comité Organizador Local reuniu-se com responsáveis do Vaticano

 

Partilhar:
Share