D. Américo Aguiar, presidente da Fundação JMJ, esteve em audiência privada com o Papa

Foto: Ricardo Perna/JMJ Lisboa 2023

Lisboa, 12 jan 2023 (Ecclesia) – Uma delegação do Comité Organizador Local (COL) da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023 reuniu-se com os responsáveis do Dicastério dos Leigos, Família e Vida (Santa Sé), para preparar o encontro do próximo mês de agosto.

Em nota enviada hoje à Agência ECCLESIA, a organização acrescenta que os membros do COL estiveram ainda com responsáveis da Secretaria de Estado do Vaticano, “na semana que marca os 200 dias” até à JMJ.

O COL esteve representado pelo presidente da Fundação JMJ, D. Américo Aguiar, o secretário-executivo, Duarte Ricciardi, e pelas Direções de Logística, Pastoral, Finanças, Diálogo e Proximidade, Caminho 23, Comunicação e Direção de Acolhimento e Voluntários.

“As várias direções do COL tiveram oportunidade de dar continuidade ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido com o Vaticano, nas diferentes dimensões, para os eventos da Jornada”, informa a organização portuguesa, assinalando ainda que foram “realizadas reuniões com os responsáveis pela organização das viagens do Papa, pela segurança e pela liturgia”.

A delegação portuguesa foi ainda recebida pelo embaixador nacional junto da Santa Sé, Domingos Fezas Vital.

D. Américo Aguiar esteve hoje com o Papa Francisco, em audiência privada, para falar sobre “os trabalhos de preparação da JMJ, nomeadamente no que concerne as inscrições de peregrinos e a angariação de famílias de acolhimento e de voluntários”.

“O Santo Padre deu graças pelos jovens peregrinos de todo o mundo que já se inscreveram, renovando o convite de participação a todos”, indica o COL.

Foto: Ricardo Perna/JMJ Lisboa 2023

O anúncio da escolha da capital portuguesa como sede da próxima edição internacional da Jornada Mundial da Juventude aconteceu a 27 de janeiro de 2019, no final da JMJ acolhida pelo Panamá.

A JMJ nasceu por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

As edições internacionais destas jornadas promovidas pela Igreja Católica são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, e desde então a JMJ já passou por Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

OC

JMJ 2023: «Todos juntos em Lisboa!» é o convite do Papa

Partilhar:
Share