Decisão tomada após encontro no Brasil

Lisboa, 31 jul 2018 (Ecclesia) – Portugal vai ser a próxima sede do Secretariado Internacional das Equipas de Jovens de Nossa Senhora, EJNS, uma decisão tomada pelos responsáveis nacionais do movimento católico.

“O Secretariado Internacional volta a Portugal 10 anos depois contando com o padre Valter Malaquias, como assistente espiritual, e com Patrícia e Pedro Madeira Rodrigues como casal assistente”, refere uma nota do ENJS enviada hoje à Agência ECCLESIA.

O movimento realizou o seu encontro internacional entre os dias 24 e 29 de julho, em São Paulo, Brasil, reunindo quase 300 jovens de oito países.

A reunião foi precedida por um encontro da Equipa de Animação Internacional do movimento, a qual designou Portugal como a sede do Secretariado Internacional.

“A equipa do Secretariado Internacional sente esta responsabilidade como um serviço ao movimento, considerando que poderão ajudar não só no seu crescimento e expansão como também na solidificação duma estrutura capaz de dar resposta à grande procura que tem experienciado internacionalmente”, adiantam os responsáveis.

Esta escolha é vista como um prémio para a “capacidade e organização” que o movimento tem apresentado em Portugal nos últimos anos.

“A equipa será encabeçada por António Brandão de Vasconcelos, reunindo também Teresa Folhadela – que ficará responsável pela expansão e acompanhamento dos países africanos; Francisca Mello Vieira – responsável pela comunicação e media; Tomás Virtuoso – responsável pela expansão e acompanhamento dos países europeus; Tomás Carolino – responsável pela expansão e acompanhamento dos países do continente americano; e Francisco Silveira Botelho – responsável por toda a estrutura de coordenação”, precisa a nota.

O Encontro internacional das EJNS, que acontece de dois em dois anos, teve como tema em 2018 “Lançai as redes”.

OC

Partilhar:
Share