CCEE e COMECE convocam à oração na próxima segunda-feira

Lisboa, 25 jan 2020 (Ecclesia) – O Conselho de Conferências Episcopais da Europa (CCEE) e a a Comissão dos Episcopados Católicos da União Europeia (COMECE) convocam à oração pelas vítimas do campo de concentração de Auschwitz- Birkenau, 75 anos depois do encerramento.

“A 27 de janeiro, pelas 15h00, horas em o campo de concentração de Auschwitz- Birkenau foi encerrado, acenderemos velas e rezaremos por todas as nacionalidades e religiões assassinadas nos campos de extermínio e por seus familiares”, conforme nota enviada hoje à Agência ECCLESIA. 

O comunicado adianta ainda que desejam que a “oração se estenda à reconciliação e a fraternidade, cujo oposto é a hostilidade, conflitos destrutivos e mal-entendidos alimentados”. 

O Campo de concentração que se tornou “um lugar que inspira terror” e “simbolo de todos os campos de concentração alemães” recebe todos os anos milhares de visitas, também o Papa Francisco visitou o local em 27 de julho de 2016.

No 75º aniversário da libertação do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau no espírito das palavras do Papa Francisco, obriga a “lutar expressamente contra todos os atos que violam a dignidade humana: racismo, xenofobia e anti-semitismo”, pode ler-se.

Desta forma a CCEE e a COMECE apelam ao “mundo moderno pela reconciliação e paz”, pelo “respeito pelo direito de toda nação a existir e liberdade, independência e manutenção da sua própria cultura”. 

“Este apelo é extremamente importante porque – apesar da dramática experiência do passado – o mundo em que vivemos ainda está exposto a novas ameaças e manifestações de violência.  As guerras cruéis, genocídios, perseguições e várias formas de fanatismo continuam a ser frequentes, embora a História nos ensine que a violência nunca leva à paz, mas que, pelo contrário, gera mais violência e morte”. 

SN

Partilhar:
Share