Faro, 09 jul 2019 (Ecclesia) – O bispo do Algarve vai visitar as dioceses angolanas de Viana e Luena para onde a diocese portuguesa destinou a renúncia quaresmal deste ano.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal ‘Folha de Domingo’ adianta que D. Manuel Quintas vai estar nas dioceses angolanas entre hoje e 23 de julho.

O bispo do Algarve destinou a renúncia dos fiéis católicos da Quaresma deste ano às dioceses de Viana e Luena para “apoiar obras ligadas à educação e ao âmbito social, “um pedido dos missionários Dehonianos em Angola”.

“A Diocese de Luena é duas vezes e meia maior que Portugal e tem 223 mil quilómetros quadrados de superfície. Os habitantes não chegam a um milhão, mas as enormes distâncias que têm de percorrer os missionários dá-nos já uma ideia de quantas necessidades surgem e é preciso colmatar”, explicou na Missa de Quarta-feira de Cinzas, a 6 de março.

Sobre a Igreja Católica em Viana, contextualizou que “equivale ao território de mais de três dioceses do Algarve e tem dois milhões de habitantes”, uma diocese “criada em 2007, desmembrada de Luanda”.

Os estudantes finalistas da Universidade do Algarve também se uniram à partilha com Angola e na bênção das pastas entregaram o valor de uma recolha solidária para acrescentar à renúncia quaresmal e que vai apoiar a rede escolar, indicou D. Manuel Quintas (a 11 de maio).

Uma viagem que vai também assinalar os 15 anos de serviço dos Sacerdotes do Coração de Jesus (Dehonianos) em Angola.

D. Manuel Quintas que pertence aos Dehonianos está a quase a completar 50 anos de vida consagrada (29 de setembro de 1969) e vai viajar para o país lusófono com o padre Isildo Gomes da Silva que também vai comemorar o cinquentenário da profissão religiosa que vão celebrar no fim de semana de 20 e 21 de julho.

O jornal ‘Folha de Domingo’ recorda ainda que os dois religiosos estiveram em missão em Moçambique, na localidade de Milevane, Nauela, na alta Zambézia, entre 1971 e 1973.

CB

Partilhar:
Share