Cardeal português vai participar nas cerimónias e placa toponímia via ter código QR

Guarda, 02 ago 2019 (Ecclesia) – O Município da Guarda vai atribuir o nome do cardeal português D. José Saraiva Martins a uma avenida da cidade, em cerimónia marcada para 9 de agosto, a partir das 18h00, com uma Missa na Sé, presidida pelo bispo diocesano.

“É uma honra fazer parte da toponímia da cidade. Este gesto traduz o reconhecimento da Câmara Municipal pelos filhos desta terra, que levam o nome da Guarda a outras partes do mundo”, disse o cardeal Saraiva Martins, em declarações enviadas hoje à Agência ECCLESIA pelo jornal diocesano ‘A Guarda’.

A partir do próximo dia 9 de agosto, a Avenida Cardeal José Saraiva Martins vai ser o acesso ao centro da cidade da Guarda pela zona do rio Diz.

“A Avenida Cardeal José Saraiva Martins é uma das principais portas de entrada da Guarda, numa zona com muitas potencialidades de desenvolvimento; esta artéria da cidade passará a ter outra dignidade”, destacou o vice-presidente da autarquia, Sérgio Costa.

A placa toponímia vai ter também um Código QR (código de barras bidimensional) que usado em telemóveis/smartphone/tablets com câmara fotográfica apresenta informações sobre o cardeal José Saraiva Martins.

A proposta da atribuição do nome do cardeal português a uma rua da cidade da Guarda foi aprovada em agosto de 2018, pelo executivo, então presidido por Álvaro Amaro, que também deliberou atribuir uma medalha de honra do município, grau ouro, a D. José Saraiva Martins, uma distinção que foi entregue na Embaixada de Portugal junto da Santa Sé, a 14 de novembro de 2018.

D. José Saraiva Martins é natural de Gagos do Jarmelo (Guarda), onde nasceu em 6 de janeiro de 1932; foi nomeado arcebispo titular e secretário da Congregação para a Educação Católica, pelo Papa São João Paulo II, a 26 de maio de 1988.

Passados 10 anos, o Papa polaco nomeou-o prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, a 30 de maio de 1998 e foi criado cardeal no Consistório de 21 de fevereiro de 2001, com o título de cardeal-diácono de Nostra Signora del Sacro Cuore.

O cardeal resignou a 9 de julho de 2008; no ano seguinte, o agora Papa emérito Bento XVI nomeou-o cardeal-bispo, com o título de cardeal-bispo de Palestrina, a 24 de fevereiro de 2009.

Em 2016, o Papa Francisco nomeou o cardeal português como seu enviado especial ao 24.º Congresso Mariológico Mariano Internacional, que se realizou em Fátima.

Depois de terminar os estudos liceais, D. José Saraiva Martins partiu para Roma e aí reside desde os 17 anos de idade, tendo feito doutoramentos em Teologia, como membro da Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria, na qual foi ordenado padre a 16 de março de 1957, em Roma; De 1977 a 1983 foi reitor da Universidade Urbaniana, cargo que voltaria a desempenhar entre 1986 e 1988.

CB/OC

Partilhar:
Share