Padre Carlos Cabecinhas fala em regresso à situação «pré-pandemia»

Fátima, 13 ago 2022 (Ecclesia) – O reitor do Santuário de Fátima destacou hoje a presença de migrantes na peregrinação de agosto, após dois anos de pandemia.

“Esta é uma peregrinação que nos permite dizer que regressamos à situação pré-pandemia, em termos de números e da presença de migrantes. Em termos de grupos estrangeiros não ultrapassamos ainda os números que eram habituais, mas assistimos claramente a um retorno significativo”, referiu o padre Carlos Cabecinhas, em declarações aos jornalistas, no final das celebrações do 12 e 13 de agosto.

O sacerdote recordou as “muitas dificuldades” geradas pela pandemia, que impediram a vinda de muitos peregrinos à Cova da Iria.

“Este ano, pudemos verificar, de novo, uma grande festa, com uma presença muito significativa de emigrantes portugueses, mas também de migrantes presentes em Portugal”, acrescentou o reitor, fazendo notar que a tradicional oferta de trigo atingiu valores muito próximos dos de há dois anos.

O padre Carlos Cabecinhas, citado pelo Santuário de Fátima, desvalorizou as clareiras avistadas no Recinto de Oração, que atribuiu ao regresso progressivo de uma realidade pandémica e à procura de sombra nas alamedas do espaço.

“A preocupação do Santuário é que, aquele que vem como turista, se possa transformar também em peregrino, possa participar nas celebrações e se sinta efetivamente envolvido pelo espírito deste lugar, com tudo o que ele tem de especial”, indicou, comentando uma passagem da homilia do presidente da celebração, D. Edgar da Cunha.

Questionado sobre o possível impacto que os casos de abusos de menores por parte de membros da Igreja, na afluência de pessoas ao Santuário, o padre Carlos Cabecinhas descartou tal cenário, admitindo que se está perante uma questão “particularmente dolorosa”.

“O santuário não é uma ilha e, portanto, chegam cá também os ecos” destas situações, indicou.

“Não temos qualquer sinal de que isso se reflita na afluência ao Santuário de Fátima”, acrescentou.

OC

Fátima: Bispo de Fall River desafia peregrinos à evangelização e «construção de um mundo melhor» (c/fotos)

 

Partilhar:
Share