Bispo abençoou imagem de Nossa Senhora que vai ser oferecida à Catedral de Lviv

Fátima, 13 mai 2022 (Ecclesia) – O bispo de Leiria-Fátima pediu hoje que se “pare a barbárie da guerra”, com referência particular à Ucrânia, depois de abençoar uma imagem de Nossa Senhora, igual à Imagem Peregrina, que vai ser oferecida à Catedral de Lviv.

“Bendizei Senhor, de modo especial, esta imagem da vossa Mãe que enviaremos para a Ucrânia. Que ela seja sinal e fundamento de paz para a Ucrânia e para todo o mundo”, disse D. José Ornelas, no momento da bênção.

Esta imagem é uma oferta do Santuário de Fátima a D. Ihor Vozniak, arcebispo metropolita greco-católico de Lviv; o momento da bênção foi saudado com uma salva de palmas pelos cerca de 170 mil peregrinos presentes no recinto de oração.

Na sua primeira peregrinação internacional aniversária como bispo de Leiria-Fátima, D. José Ornelas destacou a “mensagem motivadora, de vida e de paz” manifestada na Cova da Iria, desde 1917

“Que a presença materna de Maria, modelo da Igreja que cuida dos mais pequenos e frágeis resplandeça neste momento difícil”, de pandemia e de guerra, “que atinge com trágica e destrutiva ferocidade a Ucrânia e tantos outros lugares do planeta”, declarou.

Que a mensagem de paz que ela veio trazer-nos em Fátima seja acolhida no coração de todos nós, particularmente daqueles que alimentam esta guerra, a fim de que se pare a barbárie e se possa construir um mundo novo, na justiça, na solidariedade fraterna e na paz”.

Foto: Ricardo Perna/Família Cristã

Em italiano, D. José Ornelas saudou o acolhimento que tem sido oferecido aos refugiados da guerra na Ucrânia: “Que este seja sinal, no meio da crueldade da guerra, do serviço da Igreja e de uma fraternidade que se torna universal”.

A intenção de oração pela paz na Ucrânia acompanhou de forma especial esta peregrinação internacional do 13 de maio, a primeira sem restrições desde o início da pandemia, em março de 2020.

As celebrações foram presididas pelo substituto da Secretaria de Estado do Vaticano, D. Edgar Peña Parra.

“Peço-lhe que transmita ao Santo Padre Francisco a nossa estima e a nossa comunhão com o seu ministério”, disse D. José Ornelas ao diplomata da Santa Sé.

O bispo de Leiria-Fátima deixou uma “palavra especial de reconhecimento” a D. António Marto, antigo responsável pela diocese, momento também sublinhado com uma salva de palmas dos peregrinos.

OC

Fátima: Santuário vai oferecer imagem de Nossa Senhora à Catedral de Lviv

 

 

Partilhar:
Share