Festa do Senhor Santo Cristo dos Milagres regressa, após dois anos de suspensão

Angra do Heroísmo, Açores, 13 mai 2022 (Ecclesia) – A irmã Jaqueline Mendes, religiosa do Bom Pastor, que está no Santuário do Santo Cristo, ilha açoriana de São Miguel, disse à Agência ECCLESIA que há “grande expcetativa e alegria” e quer “ver acontecer a festa”.

“A expectativa para nós  irmãs é ver acontecer a festa, não sabemos, tudo é novo, mas vamos observando e perguntamos, mas todos estão cheios de alegria no santuário para que as pessoas possam viver a festa da melhor forma possível”, afirmou em declarações à Agência ECCLESIA.

As religiosas do Bom Pastor, guardiãs do Senhor Santo Cristo dos Milagres, em Ponta Delgada, vão viver pela primeira vez a festa e o ambiente é de “compromisso e empenho”.

“Para mim estar aqui é uma experiência bem particular e bem própria do espírito do bom pastor contemplativo, de oração, silêncio, procura do sagrado, e estamos aqui para isso, acompanhamos todos os que passam aqui, daqui ou de fora, estamos aqui com olhar contemplativo, muitas vezes conversamos, atendemos e estamos em contacto”, descreve.

Na entrevista, a religiosa destaca um momento que a marcou, desde que chegou àquela missão.

“Na Quaresma, aconteceu a novena preparatória, e troquei a capa da imagem, para mim foi uma alegria, é como colocar toda a vida do povo na imagem do Santo Cristo”, revela.

A irmã Jaqueline Mendes, responsável pela comunidade de três religiosas que reside no Convento da Esperança, e que chegou em janeiro deste ano à ilha de São Miguel, sente que esta devoção é muito “querida” dos açorianos, no arquipélago e na diáspora.

“O que mais me impressiona é o brilho dos olhos nas pessoas e os sorrisos, as máscaras caíram e eu chamo a coloração afetiva e espiritual destes peregrinos, eles se aproximam de mim e dizem: “vai ver como é bonito” e isso contagia-me”, conta.

As Festas do Senhor Santo Cristo, suspensas nos últimos dois anos devido à pandemia de Covid-19, voltam a realizar-se este ano, de 14 e 26 de maio, com particular destaque para os dias 20, 21 e 22 de maio.

A entrevista integra o programa de rádio ECCLESIA, na Antena 1 da rádio pública, este sábado, pelas 06h00, que tem como mote “mandamento novo” e ficará depois  disponível online.

SN

Partilhar:
Share