«Oração e reflexão pessoal ou familiar em sintonia com a liturgia do dia» é a proposta diante da «inédita impossibilidade de celebrar em assembleia a Eucaristia»

Lisboa, 14 mar 2020 (Ecclesia) – O Secretariado Nacional de Liturgia publicou um subsídio para a celebração do domingo em família no contexto da “inédita impossibilidade de celebrar em assembleia a Eucaristia”.

“Para favorecer a escuta orante da Palavra de Deus, conduzidos pela mão da liturgia da Igreja e pelo caminho do Ano Litúrgico, é oferecido este subsídio, que de semana em semana será enriquecido com textos e reflexões”, lê-se na apresentação do documento que tem por autoria o Secretariado Nacional de Liturgia de Itália.

A proposta para cada domingo consiste numa “ficha para a oração e reflexão pessoal ou familiar em sintonia com a liturgia do dia”.

Para o III domingo da Quaresma, propõe-se a oração a partir do salmo 41, depois o Evangelho que faz parte da Liturgia da Palavra deste domingo, que narra o encontro de Jesus com a Samaritana, no capítulo 4 do São João, terminando com um momento de oração.

O subsídio agora divulgado propõe também uma reflexão sobre o Evangelho do domingo.

Por causa da expansão do coronavírus covid-19 e no seguimento das indicações das autoridades governamentais e de saúde, a Conferência Episcopal Portuguesa determinou a “suspensão da celebração comunitária das Missas”, sugerindo o acompanhamento das celebrações em privado transmitidas nos media e nas redes sociais.

No seguimento da proposta da Conferência Episcopal Portuguesa, a Agência ECCLESIA enumera as várias propostas que se descobrem no ambiente digital e convida os seus seguidores a enviar para agencia@ecclesia.pt outras propostas em curso nas várias dioceses e santuários.

O presidente da Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade (CELE) da Igreja Católica em Portugal disse que a suspensão da celebração comunitária das Missas “é uma experiência nova” mas é uma medida necessária para “guardar o bem maior”.

“Não deixamos de ter a Eucaristia celebrada e adorada mas sem a participação do povo e o exemplo vem do Papa Francisco que todos os dias permite que seja transmitida da sua residência, na capela de Santa Marta”, assinalou D. José Cordeiro em declarações à Agência ECCLESIA.

A pandemia do coronavírus covid-19 iniciou em dezembro e infetou até ao momento 169 pessoas em Portugal, onde existem 1704 casos suspeitos, informa a Direção Geral da Saúde.

Os bispos do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE) e da Comissão dos Episcopados da União Europeia (COMECE) divulgaram hoje uma “oração para pedir ajuda, conforto e salvação” no contexto da pandemia Covid-19.

Subsídio do Secretariado Nacional de Liturgia

PR

Partilhar:
Share