A celebrar um ano de portas abertas, o Café Cristão, na Amora, diocese de Setúbal, pretende ser uma resposta e uma ponte entre “a sociedade e a Igreja”. Aberto a todos, são os jovens que principalmente encontram ali lugar sempre com muita animação, “num ambiente alegre e harmonioso”. Este é um espaço “privilegiado para a evangelização” explica à Agência ECCLESIA, Lina Andrade, uma das responsável pela dinamização do Café Cristão. Em toda a sua programação está presente a celebração eucarística, ou outros momentos de recolhimento espiritual, sem esquecer animadas noites com concertos de música, teatro ou colóquios culturais. “Tentamos organizar fins de semana temáticas, muitas vezes intimamente ligadas a alturas litúrgicas”, sendo que o final da semana são os dias “de maior afluência”. Lina Andrade dá conta de um crescimento de quem vai conhecendo este espaço e o passa a frequentar. “Poderíamos dizer que metade é local e outra vem de fora”, esclarece. Pessoas de locais e diferentes idades todos se podem rever no Café Cristão, “temos inclusivamente um espaço para crianças”. O mundo oferece muitas propostas aos jovens nomeadamente de “espaços nocturnos, locais de lazer e este café quer ser uma proposta positiva de vida, numa alternativa a algumas propostas menos válidas”. Propostas que ao longo do último ano foram sendo aceites juntamente com um café ou uma bebida a par de alguns debates “por exemplo o aborto ou as migrações”, relembra Lina Andrade. O aniversário foi assinalado no dia 24, mas as celebrações vão estender-se por todo o mês de Julho. Durante os Sábados estão marcadas actividades, a primeira arranca com a presença de Aura Miguel que vai reflectir sobre os Meios de Comunicação e a Evangelização. Dia 14 está marcada uma animação dos Jovens Tabor. Antes de partirem de férias no mês de Agosto, o mês encerra com a presença do Pe. Fernando Santamaria, da Comunidade Canção Nova. Para esta noite está agendado um concerto da comunidade Luz e Vida e amanhã às 17 horas vai ser celebrada eucaristia “pelo aniversário do café”.

Partilhar:
Share