Responsável sublinhou simbolismo do gesto do lava-pés, omitido em 2021 por causa da pandemia

Foto: Diocese de Bragança-Miranda

Bragança, 01 abr 2021 (Ecclesia) – O bispo de Bragança-Miranda desafiou os cristãos a imitar a “humildade” de Jesus, falando na Missa da Ceia do Senhor, que marca o arranque do Tríduo Pascal.

“No gesto do lava-pés realizado por Jesus é atribuído o significado da humildade a imitar pelos discípulos”, disse D. José Cordeiro, numa intervenção enviada à Agência ECCLESIA.

O responsável falava do tradicional gesto do lava-pés, na Missa que evoca a Última Ceia, simbolizando o amor ao próximo, à imagem do que fez o próprio Jesus, segundo o relato dos Evangelhos; em 2021, devido à pandemia, este gesto não se realizou durante a Eucaristia.

Na celebração, que decorreu na Catedral de Bragança, D. José Cordeiro referiu que a Eucaristia “é a obediência ao mandato de Cristo e a realização daquilo que Ele mesmo fez no cenáculo em Jerusalém”.

A celebração, que evoca a Última Ceia de Jesus, assinala a instituição da Eucaristia e do sacerdócio, na Igreja Católica.

Para D. José Cordeiro, a Eucaristia torna-se recordação “do dom da fé, da esperança e da caridade, isto é, o mistério da Morte e Ressurreição de Cristo e profecia da sua última vinda, como se aclama na liturgia”.

LFS/OC

 

 

Partilhar:
Share