Braga, 27 fev 2020 (Ecclesia) – O Santuário de São Torcato, perto de Guimarães, na Arquidiocese de Braga, é hoje elevado a “basílica menor”, por decisão do Papa Francisco, numa celebração a partir das 10h00.

“Rico em tradições, os fiéis deste santuário prestam particular devoção a S. Torcato, cujo corpo se conserva até aos nossos dias incorrupto”, assinala o arcebispo de Braga, na carta que enviou ao Vaticano, solicitando esta distinção.

D. Jorge Ortiga explicou que arquitetonicamente “é um edifício majestoso, imponente e devidamente preparado, incluindo a nível pastoral, para receber esta dignidade”.

“São mais de 750 mil os peregrinos e fiéis que acorrem a este centro de culto”, realçou o arcebispo de Braga, que apontou ainda o esforço da Irmandade em acolher todos os peregrinos, incluindo aqueles que têm a sua mobilidade condicionada.

Segundo D. Jorge Ortiga, a elevação a basílica menor, “mais do que uma dignidade, será um estímulo e uma responsabilização” a tornar este santuário um espaço acolhedor, fraterno, um espaço de espiritualidade onde “é possível um encontro com Cristo mediante a oração, a eucaristia e a reconciliação”.

“Será, para toda a Arquidiocese, um compromisso com a nova evangelização e com o espírito inclusivo do nosso Santo Padre, o Papa Francisco”, acrescentou.

O Papa Francisco elevou o Santuário de São Torcato a Basílica Menor, no dia 30 de setembro e a cerimónia oficial de elevação começa hoje às 10h00, coincidindo com o Dia de São Torcato.

O Santuário de São Torcato localiza-se perto de Guimarães, na vila de São Torcato, e no interior da igreja encontra-se o corpo incorrupto de São Torcato; A fachada é constituída por duas torres e um corpo central, o edifício foi construído em granito e as obras do santuário iniciaram-se em 1871.

Na Igreja Católica há “basílicas maiores” e “basílicas menores”; a palavra basílica, com origem nos termos gregos ‘basileus’ (rei) e ‘basilikos’ (real), era utilizada na Roma antiga para designar grandes edifícios de reunião.

LFS/CB

Partilhar:
Share