Iniciativa da Paróquia de Nossa Senhora da Expectação, em Campo Maior, terra natal da portuguesa canonizada em 1976

 Beja, 15 jan 2018 (Ecclesia) – A paróquia de Nossa Senhora da Expectação, em Campo Maior, na Arquidiocese de Évora, vai promover no dia 20 de janeiro a iniciativa ‘Caminhos de Santa Beatriz’, para dar a conhecer a vida da santa natural daquela região.

Num comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, o responsável pela paróquia de Nossa Senhora da Expectação, padre João Silva adianta que este será o primeiro de vários encontros relacionados com esta temática.

“Estão já agendados novos encontros para os meses de abril e julho”, realça o pároco.

Com o tema ‘Na rota da Fé – Caminhos de Santa Beatriz’, esta primeira incursão pela “espiritualidade” da fundadora da Ordem da Imaculada Conceição tem início previsto para as 15h00, na igreja Matriz.

O ponto de encontro será o “batistério, junto da pia original onde foi batizada a santa campomaiorense e o seu irmão, o Beato Amadeu da Silva”, pode ler-se.

Os participantes serão depois convidados a seguir para a Casa – Museu de Santa Beatriz, para um momento de “oração pela família” da santa portuguesa.

Este primeiro roteiro terá o seu epílogo no Convento da Ordem da Imaculada Conceição, “com a recitação do terço” em intercessão por todas as “vocações à vida consagrada”.

Beatriz da Silva, nascida por volta do 1437 em Campo Maior, viveu desde os 14 anos em reclusão no mosteiro de São Domingos de monjas dominicanas, em Toledo (Espanha), onde ganhou fama de santidade e modelo de vida espiritual, juntando à sua volta outras mulheres.

Como projeto, ela teve a constituição de uma comunidade monástica feminina autónoma, com prerrogativas próprias e liberdade de escolhas, em contraponto a uma tendência que fazia depender as fundações monásticas femininas das regras e ordens masculinas.

Santa Beatriz alcançou, em 1489, uma primeira aprovação papal para a sua comunidade monástica através da bula ‘Inter Universa’, do Papa Inocêncio VIII, mas só após a sua morte (1492), a Ordem da Imaculada Conceição obteria a bula fundacional ‘Ad Statum Prosperum’, no ano de 1511, com a assinatura do Papa Júlio II.

Atualmente a Congregação das Irmãs da Imaculada Conceição está implantada em vários países e regiões, com destaque para a América Latina, nomeadamente o Brasil.

Em Portugal são duas as comunidades existentes, uma em Campo Maior e outra perto de Viseu na Quinta do Viso.

Beatriz da Silva foi canonizada pelo Papa Paulo VI a 3 de outubro de 1976.

JCP

Partilhar:
Share