“Ser cristão não acontece de um momento para o outro”, disse o bispo na homilia da Vigília Pascal

Foto Diocese de Aveiro, Vigília Pascal

Aveiro, 03 abr 2021 (Ecclesia) – O Bispo de Aveiro disse, na homilia da Vigília Pascal, que a “descristianização” que se assiste reclama uma “pastoral permanente” de primeiro anúncio porque “ser cristão não acontece de um momento para o outro”.

“A descristianização que vamos presenciando reclama que ofereçamos a cada pessoa, consoante a sua situação, a possibilidade de ser iniciada na fé, através de uma pastoral permanente de primeiro anúncio”, afirmou D. António Moiteiro na Sé de Aveiro.

Na homilia, intitulada «Deus viu que tudo era bom», o Bispo de Aveiro frisou que “uma pedagogia de primeiro anúncio” procura estar atenta “às aberturas à fé, numa dinâmica de escuta de Deus e de cada pessoa”.

“A história do ser humano, apesar de tantas desgraças que lhe aconteceram, é uma história de salvação”, acentuou.

O caminho do cristão é “gradual e progressivo”, vão-se convertendo dos “ídolos ao Deus vivo e crescendo continuamente na configuração com Jesus Cristo, ou seja, na santidade vivida na caridade”, precisou o Bispo de Aveiro.

LFS

Partilhar:
Share