Angra do Heroísmo, Açores, 01 jul 2022 (Ecclesia) – O Santuário do Senhor Bom Jesus Milagroso, na Ilha do Pico (Açores), comemora os 60 anos da elevação a santuário com um programa celebrativo, que inclui um simpósio, entre hoje e domingo, 3 de julho.

No primeiro dia, o administrador da Diocese de Angra, cónego Hélder Fonseca, celebra naquele santuário, às 19h30, e uma hora depois é lançado o livro «Ecce Homo – Num Arquipélago de Evangelização» da autoria do padre Luís Leal, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

No auditório municipal da Madalena (Ilha do Pico), dia 2 de julho, realiza-se um colóquio «O Senhor Bom Jesus Milagroso do Pico: Olhares sobre uma devoção» com vários conferencistas e ângulos de abordagem.

No último dia, o reitor do santuário, padre Marco Martinho, preside à Eucaristia do encerramento das festividades.

no final de julho, começa o novenário que precede a Festa do Senhor Bom Jesus do Pico, do dia 27 a 4 de agosto, onde as pessoas vão “celebrar e escutar a Palavra”, durante nove dias.

“Este é um santuário da palavra, a palavra que tem para nós uma importância muito grande. O sacerdote que convidamos para presidir ao novenário deve tocar o coração destas pessoas, portanto durante quase duas semanas, as pessoas vêm a este santuário para celebrar mas vêm também com uma intenção deliberada de escutar a Palavra, meditar nela e levá-la para o seu quotidiano e todos os dias o santuário se enche de gente”, explicou o padre Marco Martinho.

A Festa do Senhor Bom Jesus realiza-se de 27 de julho e 7 de agosto, e os dias principais são quando celebram as Missas e procissão – “tão importante para as pessoas pois nela concretizam as suas promessas” -, nos dias 5 e 6.

LFS/CB

 

Angra: Ano Jubilar celebra elevação da igreja de São Mateus do Pico a santuário

Partilhar:
Share