Cruz e ícone de Nossa Senhora vão estar na Sé, para as celebrações pascais

Foto: Diocese de Viseu

Viseu, 13 abr 2022 (Ecclesia) – O presidente da Fundação JMJ Lisboa incentivou a Diocese de Viseu a cativar os jovens para o encontro mundial da juventude, na capital portuguesa, em agosto de 2023, falando durante a peregrinação dos símbolos da jornada.

Numa nota enviada à Agência ECCLESIA, a Pastoral Juvenil da Diocese de Viseu explica que D. Américo Aguiar destacou a necessidade de cativar os jovens para que eles se sintam convidados a participar na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) do próximo ano.

O presidente da Fundação JMJ Lisboa, e bispo auxiliar do patriarcado, participou numa Via Sacra, com os dois símbolos da jornada, juntamente com os diferentes movimentos da Diocese de Viseu, no dia 8 de abril, na igreja dos Terceiros.

“Mais uma vez está presente o desejo de caminharmos todos juntos, movimentos incluídos”, afirma a equipa de comunicação do Comité Organizador Diocesano (COD) de Viseu para a Jornada Mundial da juventude.

Os dois símbolos da JMJ – a Cruz peregrina e o Ícone de Nossa Senhora ‘Salus Populi Romani’ – estão a peregrinar na Diocese de Viseu, desde o dia 3 de abril.

“A primeira semana começou a mexer junto dos jovens”, destaca a Pastoral Juvenil diocesana, adiantando que estiveram nas escolas secundárias da cidade de Viseu, e nas instituições de ensino superior, onde realizaram uma mesa-redonda no Centro Regional da Universidade Católica Portuguesa.

A cruz peregrina e o ícone mariano também peregrinaram por diversas paróquias, e em Mões foi oferecida, de forma simbólica, “a primeira cruz JMJ” para assinalar a passagem dos símbolos JMJ “pelas periferias, marcando o desejo de caminhar todos juntos, centro e periferias”.

A peregrinação dos símbolos da JMJ na Diocese de Viseu vai continuar ao longo deste mês de abril, e do programa mais próximo destaca-se a sua presença na Sé para as celebrações do Tríduo Pascal, a partir desta quinta-feira, e no domingo de Páscoa, no dia 17.

CB/OC

 

JMJ Lisboa 2023: Símbolos da Jornada Mundial da Juventude chegam à periferia da Diocese de Viseu e espera-se «transformação»

Partilhar:
Share