Na Vigília Pascal alertou também para uma atenção crescente aos mais frágeis

Foto: Diocese de Viseu

Viseu, 03 Abri 2021 (Ecclesia) – O Bispo de Viseu disse, este sábado, na homilia da Vigília Pascal que os cristãos devem estar atentos aos mais necessitados da sociedade e cuidarem da casa comum.

“A Pascoa deve ser a festa da fraternidade universal, por isso os cristãos devem estar atento aos mais pobres, frágeis e necessitados da sociedade”, referiu D. António Luciano na celebração na Igreja de Santa Maria daquela cidade,

Apesar das “dificuldades do mundo”, este ano e cumprindo “certas regras” é “possível celebrar a Páscoa” com a presença física de fiéis.

Neste contexto pascal, os cristãos são chamados “a dar ao mundo razões de esperança” e “partilhar o folar da alegria”, frisou o Bispo de Viseu.

A Vigília Pascal reaviva as promessas batismais e “aquilo que o mundo mais necessita é de luz” que ilumine os cristãos a “cuidarem da casa comum”.

Num tempo pandémico, onde “muitos perderam a vida e o trabalho”, D. António Luciano apela aos cristãos para serem “sinais de alegria”.

LFS

 

Partilhar:
Share