Na celebração da Vigília Pascal pediu também “vigor e audácia” na caminhada sinodal

Foto Agência ECCLESIA/LFS – Sé de Angra

Angra do Heroísmo, Açores, 03 abr 2021 (Ecclesia) – D. João Lavrador convidou, este sábado, na celebração da Vigília Pascal, os cristãos a escutarem o grito daqueles que estão “amarrados às seduções do mundo”.

“Unimo-nos a todos os nossos contemporâneos que andam à procura do sentido pleno para a sua existência, tantas vezes sem saberem onde encontra-lo e amarrados às seduções do mundo, somos convidados a escutar o grito que dentro de cada criatura a faz abrir-se a alguém que lhe possa trazer esta novidade que só a Ressurreição de Cristo poderá preencher”, disse o Bispo de Angra na homilia da Vigília Pascal.

Na celebração que decorreu na Sé de Angra, D. João Lavrador realçou que é no “entrecruzar do esforço humano e da revelação divina” que se pode “alcançar a luz” e “saborear a Ressurreição de Jesus de Nazaré”.

A Diocese de Angra está em ritmo sinodal “aprofundando a realidade” da comunidade cristã com “rosto evangelizador”, em “diálogo com o mundo” e “edificando-se como uma comunidade que promove os serviços e ministérios”.

Neste contexto, D. João Lavrador realça que o “vigor e audácia, o entusiasmo e dinamismo evangelizador da comunidade” só podem “advir de uma profunda experiência de Vida Nova que brota do encontro com o Ressuscitado”.

No final da homilia, o Bispo de Angra formulou votos de Santa e Feliz Páscoa aos diocesanos, “os que estão no território da Região Autónoma mas também dos que estão na diáspora, para os idosos, os doentes, os presos e os que sofrem de exclusão”.

LFS

Partilhar:
Share