D. António Luciano quer «apostolado fecundo para o bem» das famílias, dos jovens e vocações

Viseu, 05 set 2019 (Ecclesia) – O bispo de Viseu designou um leigo como diretor do Departamento Diocesano da Pastoral Juvenil no decreto com novas nomeações pastorais para a diocese onde agradeceu “a disponibilidade de todos ao aceitar a nomeação para estes serviços”.

“Pedimos ao Povo de Deus que reze para que o apostolado seja fecundo para o bem das famílias, dos jovens e aumento das vocações”, escreveu D. António Luciano.

No documento publicado no sítio online da Diocese de Viseu, o seu bispo informa que nomeou o leigo Fernando Dinis Correia Chapeiro como diretor do Departamento da Pastoral Juvenil, por um período de cinco anos, e para assistente espiritual o padre André Maurício Horta Reis da Silva.

Também no âmbito da pastoral juvenil, o padre Paulo Jorge Pereira Vicente foi nomeado assistente espiritual (moderador) do Movimento dos Convívios Fraternos na diocese, em comunhão com outros sacerdotes, também por um período de cinco anos.

O padre João Luís Leão Zuzarte foi nomeado vigário da Pastoral e da Evangelização, Culto e Cultura e para colaborador o padre Virgílio Marques Rodrigues; O novo diretor do Secretariado Diocesano de Pastoral Litúrgica é o cónego José Henrique Correia de Almeida Santos que vai constituir esse secretariado.

No decreto publicado hoje, o bispo de Viseu fez também nomeações de novos párocos e escolheu também como diretor da Fundação Jornal da Beira e da livraria o padre Luís Miguel Figueira da Costa, para o triénio 2019-2021, e para o jornal o padre Nuno Miguel Henriques Azevedo e como assessores a Filomena Moreira Ribeiro Coelho e Urbano Almeida Mendonça.

No final de agosto, D. António Luciano já tinha divulgado nomeações para o novo ano pastoral 2019/2020 onde se destaca, por exemplo, o cónego António Jorge dos Santos Almeida como coordenador da organização diocesana da Jornada Mundial da Juventude de 2022.

CB

Partilhar:
Share