D. Manuel Felício convida católicos a construir um novo mundo, a partir da fé na ressurreição de Jesus

Foto: Diocese da Guarda

Guarda, 12 abr 2020 (Ecclesia) – O bispo da Guarda presidiu na última noite à Vigília Pascal, na catedral diocesana, pedindo que os católicos sejam capazes de transformar o mundo, a partir da fé na ressurreição de Jesus.

A intervenção de D. Manuel Felício, enviada hoje à Agência ECCLESIA, sublinhou a necessidade de “reequacionar” vida da sociedade, que ficou patente com a atual pandemia de Covid-19.

“Estes dias, de muito sofrimento e alguma angústia, à escala do mundo, por causa da pandemia, estão a demonstrar que certos hábitos, há muito tempo instalados na vida das pessoas e das sociedades e até respaldados pelas próprias leis, não só não representam essa vida em plenitude, mas claramente não estão a responder aos verdadeiros e legítimos anseios das pessoas em geral”, sustentou.

Aos batizados, assinalou, compete assumir a “construção do novo futuro aberto pela Ressurreição de Cristo”.

“Vamos deixar que a novidade de Cristo Ressuscitado e vivo no meio de nós transforme as nossas vidas, incluindo a suas relações em sociedade”, apelou.

A homilia denunciou ainda o “o deus do lucro e do crescimento económico como também o poder dos mercados sem ética e com desrespeito por crescente número de pessoas”, acompanhando os alertas do Papa contra a exploração dos recursos naturais.

“Que Cristo Ressuscitado e Vivo no meio de nós nos ajude a relançar o entusiasmo por lhe ajustar a nossa vida pessoal e em sociedade”, concluiu D. Manuel Felício.

OC

Homilia do Bispo da Guarda na Vigília Pascal

 

Partilhar:
Share