Sacerdote desde 2007, assume funções para os próximos três anos

Foto: Agência ECCLESIA/MC

Lisboa, 17 out 2022 (Ecclesia) – O padre Pedro Guimarães inicia hoje funções como Provincial dos Padres Vicentinos em Portugal, depois de confirmado pelo superior geral da congregação da Missão, para um mandato de três anos.

“Os membros da Província Portuguesa da Congregação da Missão (PPCM), comummente conhecidos como Padres Vicentinos, elegeram o Padre Pedro Guimarães, CM, como novo Superior Provincial. A eleição foi confirmada pelo Superior Geral da Congregação da Missão no dia 8 de outubro e o início do serviço do novo Provincial da congregação missionária fundada por São Vicente de Paulo terá lugar em Lisboa, no dia 17 de outubro”, indica um comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

O novo provincial sucede ao padre Nélio Pita, eleito recentemente como Assistente Geral da Congregação da Missão.

O padre Pedro Guimarães é natural de Felgueiras, onde nasceu em 1981, tendo emitido votos na Congregação da Missão, a 27 de setembro de 2006; meses depois foi ordenado diácono no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, local onde foi também ordenado padre a 1 de julho de 2007.

O novo Provincial da PPCM é licenciado em Teologia pela Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa, e fez licenciatura canónica em Teologia Pastoral, na Universidade Lateranense, em Roma; nos últimos dois anos, foi conselheiro provincial, responsável pelo acompanhamento e discernimento vocacional na PPCM, Assessor Nacional da Juventude Mariana Vicentina e corresponsável do projeto de reflexão «Mesa Redonda-missão onlife».

O percurso do padre Pedro Guimarães desenvolveu-se na comunidade de Santiago do Cacém, diocese de Beja, onde foi durante dez anos pároco e capelão hospitalar, e integra atualmente a comunidade missionária vicentina no Campo de Madalena, Diocese de Viseu, onde colabora com a diocese, no Conselho Presbiteral e Secretariado do Clero, e também na Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal.

O padre Pedro Guimarães é autor do livro «A comunicação da Igreja é um encontro».

A Congregação de Missão celebrou, em 2017, o jubileu dos 400 anos da sua fundação por São Vicente de Paulo, “o Santo da Caridade”, assinala o comunicado.

“Também em 2017 os Padres Vicentinos celebraram o aniversário dos 300 anos de presença em Portugal. Com uma história rica e longa, hoje, estão presentes no país através de seis comunidades, num total de 30 missionários”, indica.

LS

Partilhar:
Share