Responsáveis agradeceram a missão espiritana do passado e do presente em território angolano.

Roma, 15 jun 2019 (Ecclesia) – Os bispos angolanos deslocaram-se, este sábado, à Casa Geral dos Missionários Espiritanos, em Roma, para agradecer a missão espiritana “do passado e do presente em território angolano”.

O encontro contou com a presença do superior-geral, padre John Fogarty, bem como todos os conselheiros gerais e coordenadores de Serviços da Congregação, sediados em Roma.

D. Filomeno Vieira Dias, arcebispo de Luanda, agradeceu a missão espiritana do passado e do presente em território angolano e confessou “que quase todos os bispos foram formados ou marcados por espiritanos, recordando ainda o imenso património que as dioceses e paróquias angolanas herdaram destes missionários a quem a Igreja e a sociedade angolanas tanto devem”, lê-se nas declarações enviadas à Agência ECCLESIA.

O padre John Fogarty, em nome da congregação, falou das “páginas belas e ousadas de missão que foram escritas (e continuam a sê-lo) por terras de Angola há mais de 150 anos” e justificou a “excelente relação entre as duas entidades com o facto de haver três bispos espiritanos na Conferência Episcopal de Angola e São Tomé: D. Benedito Roberto, D. Gabriel Mbilingi e D. Belmiro Chissengueti, todos ali presentes”.

LFS

Partilhar:
Share