Aos participantes do encontro sobre o pensamento do fundador do Partido Popular Italiano, padre Luigi Sturzo

Cidade do Vaticano, 15 jun 2019 (Ecclesia) – O Papa Francisco enviou uma mensagem aos participantes do encontro internacional «A atualidade de um novo compromisso» que decorre em Caltagirone (sul de Itália) onde refere que “o amor ao próximo na política deve ser algo comum”.

“O amor ao próximo na política deve ser algo comum e não deve ser excluído” e este amor “não consiste em palavras, mas em obras e verdade”, referiu o Papa argentino aos participantes deste encontro que começou esta sexta-feira e decorre até domingo e realiza-se por ocasião do centenário do «Apelo a todos os homens livres e fortes» do padre Luigi Sturzo

A iniciativa tem como objetivo “valorizar e atualizar o legado do pensamento do sacerdote italiano católico, fundador do Partido Popular Italiano”, lê-se no portal de notícias VaticanNews.

Na mensagem, o Papa destaca também que este centenário é importante para a história da Itália e da Europa e é uma “ocasião para refletir sobre a conceção cristã da vida social e sobre a caridade na vida pública, segundo o pensamento, a vida e as obas do Servo de Deus padre Luigi Sturzo”.

“Para o sacerdote de Caltagirone, a tarefa de informar de maneira cristã a vida social e política cabe aos cristãos leigos, através do compromisso e na liberdade que lhes compete em tal âmbito, colocando em prática os ensinamentos da Igreja, e elaborando uma síntese criativa entre fé e história que encontra a sua base no amor natural vivificado pela graça divina”, lê-se

Os ensinamentos e testemunho de fé do padre Sturzo “não devem ser esquecidos, sobretudo num período em que se pede à política para ser sensata ao enfrentar a grave crise antropológica”, sublinha o Papa.

A seguir, o Papa Francisco afirma que “devem ser lembrados os pontos principais da antropologia social do padre Luigi Sturzo”, como “a primazia da pessoa na sociedade, a primazia da sociedade no Estado e da moral na política”.

LFS

Partilhar:
Share