D. Anacleto Oliveira destaca a relação entre “culto e cultura”

Foto: Diocese de Viana do Castelo

Viana do Castelo, 02 mar 2019 (Ecclesia) – A diocese de Viana do Castelo inaugurou, esta sexta-feira, o Núcleo Expositivo e de Acolhimento da Sé de Viana do Castelo numa íntima ligação entre “culto e cultura” como apontou D. Anacleto Oliveira.

Na inauguração o bispo diocesano afirmou a íntima ligação entre “culto e cultura” e falou da Catedral como uma Igreja de portas abertas a todos, conforme nota enviada hoje à Agência ECCLESIA.   

A intervenção envolveu a “instalação de um núcleo de receção, espaço expositivo e sala de projeção de conteúdos multimédia, para além das respetivas zonas de apoio, visando garantir o acolhimento qualificado dos visitantes, bem como permitir uma melhor interpretação de contextos histórico-culturais”, lê-se.

Na cerimónia estiveram ainda presentes a Secretária de Estado da Cultura, Arquiteta Ângela Ferreira, que salientou a relação Conferência Episcopal e o Ministério da Cultura, numa aposta num “caminho de preservação da memória” e o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Eng. José Maria Costa.

Também o Diretor Regional de Cultura do Norte, ali presente, António Ponte, destacou a importância destes projetos “que procuram fazer das Catedrais espaços de culto, mas também de interpretação e vivência cultural”.

Usando da palavra na cerimónia, o padre Armando Dias, Pároco de Santa Maria Maior, agradeceu o empenho da Direção Regional de Cultura do Norte, da Câmara Municipal de Viana do Castelo, da Diocese, bem como de toda a diocese sem o qual tal projeto não teria sido possível.

O “Núcleo Expositivo e de Acolhimento da Sé de Viana do Castelo” foi inaugurado no âmbito do programa “Rota das Catedrais”.

SN

Partilhar:
Share