Mensagem ao Conselho das Conferências Episcopais Europeias, reunido em Santiago de Compostel

Lisboa, 03 out 2019 (Ecclesia) – O Papa Francisco alertou hoje para o crescimento dos populismos, numa mensagem enviada aos participantes na assembleia plenária do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE), que decorre em Santiago de Compostela.

“Os populismos que se alargam, no nosso tempo, alimentam-se de uma busca constante de contrastes, que não abrem o coração, pelo contrário, aprisionam-no entre muros sufocantes de ressentimentos”, escreveu, num texto enviado à Agência ECCLESIA.

O encontro do CCEE, com participantes de episcopados de vários países, incluindo Portugal, tem como tema “Europa, hora de despertar? Os sinais da esperança”.

O Papa destacou que o local escolhido para a assembleia plenária, Santiago de Compostela, “é um lugar altamente simbólico para redescobrir a grande riqueza da Europa unida na sua tradição religiosa e cultural”, enquanto destino de milhares de peregrinos, ao longo dos séculos.

A mensagem pede atenção a todos os que passam por necessidades, “especialmente os doentes, os presos, os pobres, os migrantes e os refugiados”.

“A fé no Senhor ressuscitado faz com que os cristãos sejam destemidos na caridade e este é o maior antídoto contra as tendências do nosso tempo, pleno de lacerações e oposições”, acrescenta o Papa.

A mensagem sublinhou elementos fundamentais da tradição cristã, como “a defesa da vida e da dignidade humana, a promoção da família e o respeito pelos direitos fundamentais da pessoa”, para que a Europa possa “crescer como uma família de povos, terra de paz e de esperança.”

OC

Partilhar:
Share