Francisco reforça importância da evangelização, no início de um mês especial dedicado à Missão

Cidade do Vaticano, 02 out 2019 (Ecclesia) – O Papa Francisco reforçou hoje o seu apelo a um anúncio do Evangelho por parte de todos os católicos, “com o testemunho” e com a “palavra”, no arranque de um mês especial dedicado à Missão.

“Todos nós, como batizados e enviados, somos chamados a ser testemunhas de Cristo e apoiantes dos missionários que levam o Evangelho a todos os povos do mundo. Que a nossa oração e os gestos concretos de solidariedade os acompanhem sempre”, declarou, durante a audiência pública semanal que decorreu na Praça de São Pedro.

Na sua reflexão semanal, Francisco sustentou que o protagonista da evangelização é o “Espírito Santo”, fonte de “alegria” dos crentes.

“Qual é o sinal de que tu, cristão, cristã, és um evangelizador? A alegria. Mesmo no martírio”, observou.

O Papa rezou para que o Espírito Santo faça dos batizados “homens e mulheres que anunciam o Evangelho, para atrair os outros não a si, mas a Cristo; que saibam dar espaço à ação de Deus; que saibam tornar os outros livres e responsáveis diante do Senhor”.

A intervenção assinalou a importância de compreender a Palavra de Deus e os sacramentos para “uma nova vida em Deus”.

Francisco saudou os vários grupos presentes, incluindo os peregrinos de língua portuguesa: “Que esta peregrinação a Roma vos encha de luz e fortaleza, para anunciardes Jesus Cristo, único Salvador e Senhor da vida”.

“Fora dele, não há vida, nem esperança alguma de a encontrar. Com Cristo, pelo contrário, sucesso eterno à vida que Deus vos confiou. Deus vos abençoe a vós e às vossas famílias! Rezai pelas missões”, acrescentou.

O Papa assinalou ainda a celebração da memória litúrgica dos santos Anjos da Guarda.

“Que a sua presença reforce em vós a certeza de que Deus acompanha o caminho da vida de cada pessoa. Que eles vos ajudem a anunciar e viver o Evangelho de Cristo para um mundo renovado no amor de Deus”, concluiu.

OC

Partilhar:
Share