Exercícios espirituais vão decorrer de forma privada, entre 21 e 26 de fevereiro

Cidade do Vaticano, 18 fev 2021 (Ecclesia) – O Papa ofereceu um livro de espiritualidade aos seus colaboradores mais diretores, antecipando os tradicionais exercícios espirituais da Quaresma, que este ano decorrem de forma privada, devido à pandemia.

O Vaticano informa que Francisco escolheu a obra ‘Abbi a cuore il Signore’ (Tende o Senhor no coração), de um manuscrito antigo de um um monge cisterciense anónimo, conhecido como ‘Mestre de S. Bártolo’, organizado pelo padre jesuíta Daniele Libanori.

“Querido irmão, este ano teremos a graça de poder contar com um pregador para os exercícios. A situação atual impede o ajuntamento de pessoas e por isso não poderemos ir juntos à Casa de Exercícios [de Aricci, ndr]. Cada um de nós tomará esses dias para fazer os exercícios espirituais onde lhe for mais conveniente”, recomenda o Papa, numa carta que acompanha a oferta do livro.

“Uno-me a todos fazendo os meus exercícios em casa”, acrescenta.

Em janeiro, o Vaticano anunciou que a tradicional celebração comunitária dos exercícios espirituais da Cúria Romana, durante a Quaresma, foi cancelada este ano devido à pandemia.

A sala de imprensa da Santa Sé sublinha que a decisão foi tomada em função da “emergência sanitária atual”.

Durante a semana dos exercícios espirituais, de 21 a 26 fevereiro, todos os compromissos do Papa vão ser suspensos, incluindo a audiência geral de quarta-feira.

Desde 2014, por decisão de Francisco, este encontro decorria fora do Vaticano, de forma comunitária, na Casa do Divino Mestre, em Ariccia, arredores de Roma.

OC

Partilhar:
Share