Iniciativa assinala-se na primeira sexta-feira da Quaresma, em várias dioceses

Cidade do Vaticano, 18 fev 2021 (Ecclesia) – A Comissão Pontifícia para a Proteção dos Menores, instituída pelo Papa em março de 2014, propõe uma jornada de oração pelas vítimas de abusos sexuais, para esta sexta-feira, a primeira da Quaresma.

Numa publicação divulgada online, o organismo sublinha que a oração faz parte do processo de cura para “sobreviventes de abuso, as suas famílias e comunidades de fiéis”.

O Vaticano adianta que a data vai ser celebrada em “dezenas” de dioceses: na Irlanda, vão ser acesas velas em catedrais e igrejas paroquiais; os católicos da Escócia e da Polónia promovem celebrações litúrgicas especiais.

No site da Comissão é possível encontrar subsídios para a organização deste dia, com orações penitenciais e propostas litúrgicas.

A iniciativa nasceu no final de 2016, quando o Papa escreveu às Conferências Episcopais em todo o mundo, pedindo-lhes que escolhessem uma data para celebrar uma jornada nacional oração pelas vítimas e sobreviventes de abusos.

Nos últimos quatro anos, várias Conferências Episcopais e dioceses implementaram esta proposta.

“A oração é também uma forma importante de sensibilizar toda a Igreja sobre a realidade dos abusos, de promover a atenção”, de apelar à “vigilância” e à “prevenção”, sublinha a Comissão Pontifícia.

OC

Portugal: Conferência Episcopal publica novas orientações para «proteção de menores e adultos vulneráveis»

Partilhar:
Share