D. Christian Wiyghan Tumi recebeu em 2019 o prémio Nelson Mandela, pelo seu papel na defesa da minoria anglófona

Cidade do Vaticano, 05 abr 2021 (Ecclesia) – O Papa lamentou o falecimento do cardeal Christian Tumi, referência pela paz nos Camarões, que em 2019 recebeu o prémio Nelson Mandela, pelo seu papel na defesa da minoria anglófona no país africano.

O arcebispo emérito de Douala faleceu este sábado, aos 90 anos de idade.

Francisco recorda, numa mensagem divulgada pelo Vaticano, o cardeal Tumi como alguém que “deixou uma marca indelével na Igreja, bem como na vida social e política do seu país, empenhando-se sempre com coragem na defesa da democracia e na promoção dos direitos humanos”.

O Papa destaca que, mesmo numa idade avançada, o responsável camaronês se manteve “sempre disponível ao serviço da paz e da reconciliação”.

OC

Partilhar:
Share