Encontro assinala centenário do nascimento de Chiara Lubich

Cidade do Vaticano, 10 fev 2020 (Ecclesia) – O Papa enviou uma mensagem aos mais de 140 bispos e cardeais amigos dos Focolares, reunidos na cidade italiana de Trento para assinalar centenário do nascimento de Chiara Lubich, fundadora do movimento.

Francisco sublinha que os carismas são “dons do Espírito” e “é bom, portanto, também para os bispos, regressar sempre à escola do Espírito Santo”.

O texto deixa um convite a ir ao encontro, “com misericórdia e ternura, daqueles que vivem e sofrem nas periferias existenciais e sociais”.

O Papa sublinha, em particular, o que chama de carisma da unidade de Chiara Lubich: “É uma dessas graças do nosso tempo, que experimenta uma mudança histórica e pede uma reforma espiritual e pastoral simples e radical, que leve a Igreja à fonte sempre nova e atual do Evangelho de Jesus”.

‘Um carisma a serviço da Igreja e da humanidade’ é o título do encontro.

Em novembro de 2019 concluiu-se a fase diocesana da causa canonização de Chiara Lubich, na Catedral de São Pedro, em Frascati, Itália.

O postulador da causa é o sacerdote português Silvestre Marques, o qual relata, em nota enviada à Agência ECCLESIA, que esta primeira fase recolheu 75 caixas de documentação, entregues à Congregação para as Causas dos Santos, na pessoa do seu prefeito, cardeal Angelo Becciu.

Em causa estão cerca de cinco anos de investigações e aprofundamento sobre a vida, as virtudes e a fama de santidade.

Chiara Lubich, nascida Silvia Lubich (Trento, 22 de janeiro de 1920 — Rocca di Papa, 14 de março de 2008) foi a fundadora do Movimento dos Focolares.

OC

Partilhar:
Share