Primeiro episódio da série «Eu creio» é transmitido a 17 de fevereiro

Roma, 10 fev 2020 (Ecclesia) – O Papa Francisco vai conversar sobre o Credo, a partir do dia 17 de fevereiro, numa emissão que pode ser acompanhada em direto pela internet no canal TV2000, da Conferência Episcopal Italiana.

“A fé deve ser transmitida em dialeto. Sempre. Em família. A fé deve ser transmitida justamente na linguagem da família, daquelas pessoas que se aproximam com amor; uma linguagem diferente da linguagem intelectual”, diz o Papa, no primeiro episódio do programa ‘Eu creio’, informa o canal TV2000.

Francisco explica que, “às vezes, se veem teorias que apresentam um Deus abstrato, um deus ideológico, uma ideia” e provam a existência de Deus “como se fosse uma matemática”.

“Os santos compreenderam o que é crer num Deus que é Pai e não num Deus com a varinha mágica”, assinala o Papa na conversa com o padre Marco Pozza, capelão da prisão de Pádua (Itália).

Quando vejo cristãos demasiado limpos, que têm toda a verdade, a ortodoxia, e são incapazes de sujar as mãos para ajudar alguém a levantar-se, eu digo: ‘Não sois cristãos, sois teístas com água benta cristã, mas ainda não chegastes ao Cristianismo’”.

Para cada programa foi convidada uma personalidade italiana de áreas como a cultura, artístico e desportivo – atriz Martina Colombari, o apresentador de televisão Paolo Bonolis, o escritor Paolo Rumiz, a patinadora artística Carolina Kostner, o físico Giovanni Bachelet, o chefe de cozinha Massimo Bottura e o político Fausto Bertinotti – que tiveram uma audiência com o Papa Francisco, na última sexta-feira.

‘Creio em Deus Pai’ é o primeiro tema da série que começa dia 17 de fevereiro, tendo como convidado o filósofo Salvatore Natoli.

A temporada ‘Eu creio’ encerra uma trilogia dedicada à oração que já contou com as emissões especiais sobre o ‘Pai Nosso’ e a ‘Ave Maria’; a série de oito episódios pode ser acompanhada, na internet, pelo sítio online www.tv2000.it, o canal da Conferência Episcopal Italiana.

Como nas edições anteriores, da entrevista com o Papa Francisco vai resultar um livro – ‘Eu creio, nós cremos’ -, editado pela Livraria Editora Vaticana e Rizzoli, com lançamento previsto para o próximo mês de março.

CB/OC

 

 

Partilhar:
Share