Ataque em Mogadíscio provocou dezenas de vítimas mortais

Foto: Lusa/EPA

Cidade do Vaticano, 29 dez 2019 (Ecclesia) – O Papa condenou hoje no Vaticano o “horrível atentado” que este sábado atingiu a capital da Somália, provocando mais de 90 mortes e de 120 feridos.

“Rezemos ao Senhor pelas vítimas do horrível atentado de ontem, em Mogadíscio, na Somália, onde a explosão de um carro-bomba matou mais de 70 pessoas. Estou próximo de todos os seus familiares e de quantos choram o seu desaparecimento”, disse desde a janela do apartamento pontifício, após a recitação dominical da oração do ângelus.

Francisco convidou as milhares de pessoas presentes a rezar com ele uma Ave-Maria pelas vítimas.

Pelo menos 92 pessoas morreram e 128 ficaram feridas pela explosão de um carro num posto de controlo de estrada em Mogadíscio, num ato atribuídos pelas autoridades locais ao grupo radical islâmico Al-Shabab, célula da organização terrorista Al-Qaeda.

D. Giorgio Bertin, bispo de Djibuti e administrador apostólico de Mogadíscio, refere ao portal do notícias do Vaticano que é difícil controlar a situação na capital da Somália, apelando a “uma maior unidade” no país, em particular nos responsáveis políticos, para superar a “extrema precariedade” que marca a vida das populações.

OC

Partilhar:
Share