Octávio Carmo, Agência ECCLESIA

“Uma coisa que o mundo da cultura me ensinou é que a coisa mais importante que podemos fazer é escutar. É na escuta profunda uns dos outros que nos podemos verdadeiramente encontrar”

D. José Tolentino Mendonça apresentou-se com um cardeal para todos e o Papa Francisco confirmou, com a já célebre frase ‘Tu és a Poesia’, que tem plena consciência do conselheiro que escolheu para o Colégio Cardinalício, para desenvolver a sua proposta de Cultura do Encontro.

Cruzei-me com a obra de D. José Tolentino Mendonça antes de me cruzar com a pessoa e por isso já carregava comigo uma imensa admiração quando o conheci. Posso dizer que, apesar das minhas limitações, nunca me senti pequeno ao pé dele. O novo cardeal puxa-nos para cima. Faz-nos grandes. Porque ele próprio, numa grandeza que talvez não tenha ainda compreendido na sua totalidade, nunca deixa de ser quem é. Isso é o melhor que tem para oferecer à Igreja e à sociedade: manter-nos com os pés na terra enquanto nos ajuda a pensar o Céu.

Partilhar:
Share