Presidente da União das Misericórdias Portuguesa foi eleito para um mandato de quatro anos

Lisboa, 03 Fev 2022 (Ecclesia) – O presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel Lemos, tomou posse, esta quarta-feira, em Lisboa, como líder da Confederação Portuguesa de Economia Social (CPES).

A CPES tem como objetivos “a promoção e a defesa das organizações da economia social, representando o sector a nível nacional e internacional e posiciona-se como um parceiro social na concertação, na definição das políticas públicas e nas orientações estratégicas destinadas à Economia Social”, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

Eleito para um mandato de quatro anos, Manuel de Lemos pretende “reforçar o papel das organizações do sector social e contribuir para a coesão e fortalecimento da Economia Social, assim como para a construção de uma sociedade mais justa, mais equitativa e mais coesa, que assegure a dignidade e cidadania e promova a qualidade de vida e o desenvolvimento equilibrado do nosso País”.

Constituída em 2018, a CPES congrega as entidades representativas da Economia Social em Portugal, nomeadamente a UMP – União das Misericórdias Portuguesas, CNIS – Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, CONFAGRI – Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal, CPF – Centro Português de Fundações, CPCCRD – Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto, UMP – União das Mutualidades Portuguesas, ANIMAR – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local, Confederação Cooperativa Portuguesa, CCRL e APM – Associação Portuguesa de Mutualidades.

LFS

Partilhar:
Share